PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Japão permitirá até 10.000 espectadores nos estádios durante Jogos Olímpicos

21/06/2021 16h13

Tóquio, 21 jun (EFE).- As autoridades japonesas decidiram nesta segunda-feira permitir a presença de até 10.000 espectadores nas arquibancadas durante os Jogos Olímpicos de Tóquio, embora mantenham a opção de realizar competições a portas fechadas no caso de um aumento nas infecções por covid-19.

A decisão foi anunciada hoje pelos organizadores de Tóquio 2020 após uma reunião com o Executivo japonês, o governo regional da capital e responsáveis pelos comitês olímpicos e paralímpicos internacionais.

O anúncio é feito no mesmo dia em que foi suspenso o estado de emergência sanitária para o coronavírus em Tóquio e outras regiões do país, embora sejam mantidas certas restrições para prevenir infecções, que afetam principalmente o horário de funcionamento de bares e restaurantes.

"Em consonância com as restrições do governo para eventos de massa, decidimos estabelecer o limite de espectadores em 50% da capacidade do estádio e até um máximo de 10.000 espectadores", disse a presidente do comitê organizador, Seiko Hashimoto, em um pronunciamento à imprensa.

No entanto, se um novo estado de emergência for declarado ou outras medidas de prevenção forem aplicadas, "restrições ao número de espectadores podem ser aplicadas, incluindo a realização de eventos sem público", destacou a ex-atleta olímpica japonesa.

A presença limitada do público nas arquibancadas de Tóquio 2020 é a última das decisões que faltavam no amplo leque de medidas contra a propagação do coronavírus que serão aplicadas durante os Jogos, que estão programados para começar no dia 23 de julho.

Os anfitriões decidiram, por exemplo, vetar a entrada de visitantes vindos do exterior durante os Jogos, dentro das rígidas restrições de fronteira que o Japão aplica há meses devido à pandemia.

Além disso, os Jogos serão realizados no formato de "bolha", que obriga os atletas e demais participantes estrangeiros a cumprirem rígidos protocolos de testes, restrição de movimentos e medidas preventivas de infecções como o uso de máscara, além da recomendação de se vacinar antes de viajar para o país asiático.

O número de infecções por coronavírus no Japão diminuiu desde o início de maio, após a aplicação do terceiro estado de emergência sanitária no país, e nos últimos dias têm sido registrados cerca de 1.500 novos casos diários.

O Executivo japonês também acelerou nas últimas semanas o índice de vacinação de sua população, com 17,9% de pessoas com pelo menos uma dose e 7,3% com o esquema completo, segundo os últimos dados disponíveis.

Esporte