PUBLICIDADE
Topo

Southampton é primeiro clube da Premier League a anunciar redução de salários

09/04/2020 15h24

Londres, 9 abr (EFE).- O Southampton se tornou nesta quinta-feira o primeiro clube da primeira divisão do Campeonato Inglês a confirmar acordo para corte no salário de jogadores, devido a paralisação das competições por causa da pandemia da Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus.

Além do elenco, a comissão técnica liderada pelo austríaco Ralph Hasenhüttl e dirigentes do clube também terão descontos nos pagamentos de abril, maio e junho, segundo comunicado divulgado pelos 'Saints'.

Além disso, o Southampton também anunciou que não aderirá às medidas do governo britânico de auxílio para empresas que reduzem a jornada de trabalho dos empregados, por isso, os funcionários que não estão ligados diretamente ao futebol, seguirão com salários integrais.

A notícia vem depois que a Premier League, liga que organiza a primeira divisão, aconselhou uma redução de 30% nos salários dos clubes, o que não foi aceito pela associação de jogadores, que lembrou que isso reduziria drasticamente o pagamento de impostos, por consequência, os recursos para o setor de saúde pública.

Esporte