Topo

Esporte


Benfica vence Santa Clara e conquista o Campeonato Português pela 37ª vez

18/05/2019 16h35

Redação Central, 18 mai (EFE).- O Benfica conquistou pela 37ª vez na história o Campeonato Português, ao fazer o dever de casa e vencer neste sábado o Santa Clara por 4 a 1, no Estádio da Luz, enquanto o Porto, que sonhava com a taça, superou de virada o Sporting, dentro de seus domínios.

Os Encarnados só não seriam campeões se perdessem e o concorrente ganhasse, mas sequer deram chance de ilusão aos Dragões, já que o atacante suíço Haris Seferovic abriu o placar aos 19 do primeiro tempo. Aos 23, o promissor atacante português João Félix fez o segundo, e aos 39, o meia português Rafa Silva anotou o terceiro.

Na etapa complementar, aos 11, Seferovic voltou a balançar a rede, alcançando a marca de 23 gols anotados ao longo da competição, em terminou como artilheiro isolado. O zagueiro César Martins, ex-Flamengo, descontou aos 14.

Um dos momentos de maior emoção no Estádio da Luz neste sábado foi a entrada em campo do atacante brasileiro Jonas, que substituiu João Félix aos 24 do segundo tempo. O ex-Santos e Grêmio não conteve as lágrimas na lateral do campo, naquele que pode ser o último jogo da carreira.

O Benfica ainda teve entre os relacionados o zagueiro Jardel, que não entrou em campo. O volante Gabriel, lesionado, voltou a ficar fora de compromisso da equipe.

Com o resultado de hoje, os comandados por Bruno Lage - que não perdeu desde que assumiu, em janeiro, no lugar de Rui Vitória -, chegaram aos 87 pontos, o que permitiu conquistar o 37º título. Os Encarnados têm nove taças a mais que o Porto.

Os Dragões, que tinham remotas chances de alcançar o bicampeonato nacional, arrancaram vitória na reta final de clássico o Sporting, em jogo que terminou 2 a 1. O resultado, no entanto, foi insuficiente para os anfitriões ficarem com a taça.

O atacante brasileiro Luiz Phellype, ex-Desportivo Brasil, abriu o placar para os Leões, mas o meia português Danilo Pereira igualou. Já perto dos acréscimos, o meia mexicano Héctor Herrera anotou lindo gol, em finalização de voleio.

Os dois times terminaram com um a menos, por causa de expulsões. O lateral-esquerdo colombiano Cristian Borja, do Sporting, recebeu cartão vermelho ainda aos 20 do primeiro tempo, quando o placar estava 0 a 0. O meia mexicano Jesús Corona, do Porto, foi punido já nos acréscimos, após confusão envolvendo vários jogadores.

Dessa forma, o time treinado por Sérgio Conceição terminou a competição com 84 pontos. Logo atrás ficou o time de Lisboa, com 74, que irá à fase de grupos da Liga Europa na próxima temporada.

Ainda neste sábado, o Rio Ave alcançou a sétima colocação, ao vencer o Vitória de Setúbal por 3 a 1, fora de casa. O Boavista, por sua vez, fechou a campanha com o oitavo posto, ao derrotar o Marítimo por 1 a 0, também na casa do adversário. Já o rebaixado Feirense superou o Desportivo Aves, em seus domínios, por 2 a 1. EFE

Mais Esporte