PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Griezmann chega ao Uruguai para casamento de Godín e se derrete pelo país

26/12/2018 19h32

Montevidéu, 26 dez (EFE).- O atacante francês Antoine Griezmann chegou ao Uruguai nesta quarta-feira para assistir à cerimônia de casamento do zagueiro Diego Godín, seu companheiro de equipe no Atlético de Madrid, e falou do carinho que tem pelo país sul-americano e seu povo.

"Desde os meus 18 anos, quando comecei a jogar no futebol profissional, sempre tive um uruguaio que me ajudou nos momentos difíceis. Sempre o sorriso de um uruguaio me ajudou", declarou Griezmann em entrevista coletiva no aeroporto de Carrasco, nos arredores de Montevidéu, ao chegar ao país pela primeira vez.

O jogador de 27 anos, campeão do mundo pela França, tem uma conexão especial com o Uruguai, já que estreou como profissional na Real Sociedad, sob o comando do técnico uruguaio Martín Lasarte. Na época, há dez anos, a equipe basca contava com outro representante do país sul-americano, Carlos Bueno, que tinha 30 anos. Foi ele quem influenciou Griezmann a beber mate e torcer pelo Peñarol.

O atacante foi algoz da 'Celeste' na última Copa ao marcar o segundo gol da França na vitória por 2 a 0, pelas quartas de final, mas não comemorou depois de balançar a rede.

"Ouvi muitas coisas por não comemorar o gol contra o Uruguai. São coisas que eu não planejo antes do jogo, mas sou assim. Tenho muito apreço a esse país, a essas pessoas que me ajudaram desde o princípio, e veio de dentro de mim", explicou-se.

O francês não será o único representante do Atlético de Madrid na cerimônia religiosa entre Godín e Sófia Herrera. Também estarão presentes os espanhóis Koke e Juanfran Torres, além do presidente do clube 'rojiblanco', Enrique Cerezo. EFE

Esporte