PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Nikão admite que Furacão, apesar do título, foi dominado pelo Junior na final

13/12/2018 03h44

Curitiba, 12 dez (EFE).- O atacante Nikão, peça importante na campanha vitoriosa do Atlético-PR na Copa Sul-Americana, admitiu após a partida da noite de quarta-feira que sua equipe teve bastante trabalho para superar o Junior Barranquilla e levantar o inédito troféu na Arena da Baixada.

"Foi uma partida muito difícil. Enfrentamos um rival que dominou quase toda a partida, com muitos jogadores de qualidade e muito difícil de marcar", afirmou o atacante, autor de quatro gols na Sul-Americana.

O Furacão conquistou seu primeiro título internacional, após uma sofrida final que terminou o tempo regulamentar em 1 a 1, mesmo resultado da semana passada na Colômbia. Nos pênaltis, os brasileiros venceram por 4 a 3.

"Mas sabíamos que nos pênaltis, dentro da nossa casa, seria diferente", afirmou o atacante.

Nikão disse que a conquista da Sul-Americana foi a forma como encontrou de agradecer ao clube que acreditou em seu futebol e o ajudou a superar seus problemas pessoais com o álcool.

"Cheguei ao clube em um nível muito baixo e melhorei muito por conta de tudo que me ofereceram. Este clube nos proporciona as melhores condições para trabalhar no Brasil. Seu apoio me ajudou a superar meus problemas com a bebida que chegaram a ameaçar a minha carreira", disse.

Esporte