PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Simone Biles revela tomar remédio contra ansiedade para superar abuso sexual

11/12/2018 20h56

Washington, 11 dez (EFE).- A ginasta americana Simone Biles, que conquistou quatro medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, revelou nesta terça-feira que está tomando remédios para combater a ansiedade desde janeiro, quando contou ao mundo que tinha sido uma das vítimas de Larry Nassar, ex-médico da seleção do país, condenado a 40 anos de prisão por abusar de centenas de atletas.

"Agora estou tomando remédios contra a ansiedade porque tive muitos altos e baixos ao longo do ano, tentando descobrir o que é que estava acontecendo", explicou Biles durante uma entrevista concedida à emissora "ABC" hoje.

"Não é fácil, mas como as pessoas que me rodeiam são as melhores, fica um pouco mais tranquilo", disse a atleta.

Biles foi uma das vítimas de Nasser a reconhecer publicamente os abusos cometidos pelo médico. As acusações ao ex-médico da seleção americana de ginástica foram parte do Movimento #MeToo, que denuncia assédios sofridos por mulheres de diferentes setores dos EUA.

Um dos maiores fenômenos da história da ginástica mundial, Biles, de 21 anos e 14 títulos mundiais, disse que o episódio, apesar de muito difícil de superar, a tornou "mais forte".

"Houve muitas coisas neste ano que me transformaram na pessoa que sou hoje e me sinto mais forte. Sinto que este ano me deu uma voz e eu tentei encontrar minha voz para tentar usá-la da forma mais positiva possível", concluiu a ginástica.

Nassar já foi condenado pela Justiça americana de abusar mais de 350 menores de idade e mulheres. O ex-médico recebeu uma pena de mais de 200 anos de prisão.

Esporte