PUBLICIDADE
Topo

Esporte

"Não tem nenhuma graça perder quatro jogos seguidos", diz técnico do Uruguai

20/11/2018 22h57

Paris, 20 nov (EFE).- O técnico do Uruguai, Óscar Tabárez, afirmou nesta terça-feira que não há "nenhuma graça" em perder quatro jogos consecutivos, lamentando desta vez o tropeço diante da França, em Paris, por 1 a 0, com gol marcado de pênalti por Giroud.

Apesar da sequência negativa, o veterano treinador disse que os resultados podem ser positivos para o futuro da seleção, que, segundo ele, também estava desfalcada nos amistosos.

"Precisamos saber que viemos jogar na Europa contra Brasil e França. Há muito tempo esperávamos essas partidas, mas muitos jogadores importantes não puderam estar aqui. Isso serviu para ver como respondiam os que vieram como substitutos", disse Tabárez.

O técnico reconheceu que a França dominou os primeiros minutos do jogo, mas ressaltou que o Uruguai conseguiu igualar no jogo na sequência. Perguntado sobre o pênalti de Cáceres sobre Griezmann, determinante para o placar, Tábarez não quis comentar o lance, alegando que não havia visto as imagens.

"Buscamos resultados nessas partidas, não conseguimos, mas não vamos embora de mãos vazias. Testamos coisas e tiramos muitas conclusões", afirmou o comandante da 'Celeste', visando a disputa da Copa América, em 2019, e das Eliminatórias para o Mundial de 2022.

Apesar da sucessão de derrotas, Tabárez afirmou que não há espaço para o drama e o desespero dentro da seleção. E que a primeira medida importante nesses momentos é não perder a calma.

"Não tem nenhuma graça perder quatro jogos seguidos, mas não significaria nada se tivéssemos ganhado. Às vezes aprende-se mais com as derrotas do que com as vitórias, que são muito enganosas", analisou o técnico uruguaio.

Esporte