PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Técnico do Leverkusen é suspenso e multado por se recusar a deixar jogo

Árbitro Felix Zwayer (de costas) discute com técnico do Bayer Leverkusen, Roger Schmidt - Patrik Stollarz/AFP Photo
Árbitro Felix Zwayer (de costas) discute com técnico do Bayer Leverkusen, Roger Schmidt Imagem: Patrik Stollarz/AFP Photo

24/02/2016 12h44

Berlim, 24 fev (EFE).- O técnico do Bayer Leverkusen, Roger Schmidt, foi suspenso por pelo menos três partidas nesta quarta-feira e multado em 20 mil euros por ter se negado a deixar o campo depois de ter sido excluído pelo árbitro na derrota para o Borussia Dortmund por 1 a 0 no último domingo, pelo Campeonato Alemão.

O tribunal esportivo da Federação Alemanha de Futebol (DFB) divulgou a decisão contra o treinador e informou que a punição pode aumentar para até cinco jogos e justificou a multa "por uma conduta antidesportiva contínua".

O diretor esportivo do Leverkusen, Rudi Völler, também foi multado em 10 mil euros por ter criticado o árbitro do duelo, Felix Zwayer. Tanto ele quanto Schmidt aceitaram a decisão do tribunal e não recorrerão.

O único gol da partida disputada na BayArena aconteceu em rápido contra-ataque, no qual o lateral Durm recebeu na frente pela esquerda e rolou para o outro lado para o atacante Aubameyang completar para o gol vazio.

O lance originou grande polêmica. Insatisfeito por considerar que uma falta que originou o gol foi cobrada muito longe de onde ocorreu a infração, Schmidt reclamou com veemência e foi excluído do jogo.

Porém, o técnico bateu o pé e se recusou a deixar o gramado. Diante da relutância de Schmidt, Felix Zwayer decidiu que então seria ele quem sairia de campo. O árbitro se dirigiu ao vestiário e só foi convencido a retornar minutos depois.

Esporte