PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Polícia usa gás lacrimogêneo para controlar tumulto na Fonte Nova

29/03/2013 19h52

Rio de Janeiro, 29 mar (EFE).- A Polícia Militar da Bahia teve que usar bombas de gás lacrimogêneo para controlar um tumulto na bilheteria do estádio Arena Fonte Nova na cidade de Salvador, um dos palcos da Copa das Confederações deste ano e da Copa de 2014.

O tumulto começou quando torcedores do Bahia forçaram um dos portões de acesso à bilheteria para tentar comprar ingressos para a partida de inauguração do estádio, previsto para o próximo dia 7 de abril, segundo a polícia.

Nesse dia será realizado um ato inaugural, no qual se espera a presença da presidente Dilma Rousseff, e em seguida se jogará o clássico regional entre Bahia e Vitória.

Segundo a Polícia Militar, os agentes tentaram pôr ordem no lugar, mas diante da pressão dos torcedores tiveram que usar gás lacrimogêneo e spray de pimenta para dispersar a multidão e evitar um problema maior.

A imprensa local informou que seis pessoas sofreram lesões leves no incidente, mas a polícia afirmou que ninguém necessitou de atendimento médico.

A Fonte Nova tem capacidade para 50 mil espectadores e será o terceiro do Mundial de 2014 a ser concluído, depois do Castelão, em Fortaleza, e do Mineirão, de Belo Horizonte.

Na Arena Fonte Nova serão disputadas três partidas da Copa das Confederações em junho e seis do Mundial de 2014.

Esporte