PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Parceiro de time exalta foco de Aldo para voltar a ser campeão: "Ele se reinventou"

Ag. Fight

02/12/2021 06h30

Neste sábado (4), José Aldo pode dar mais um passo rumo a uma nova disputa de cinturão do peso-galo (61 kg) do Ultimate. O brasileiro faz a luta principal do UFC Vegas 44, quando enfrenta Rob Font. Como os dois integram o top-5 da divisão, a expectativa é que o vencedor se coloque em boa posição na corrida para o título.

Depois de duas derrotas em suas primeiras apresentações no peso-galo, Aldo se encontrou na divisão e acumula dois triunfos seguidos. Quem destacou a boa fase do 'Campeão do Povo' foi Léo Santos, amigo e parceiro de treino do manauara na equipe 'Nova União'. Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, o peso-leve (70 kg) do UFC, que também vai atuar neste sábado contra o americano Clay Guida, o ex-campeão do peso-pena (66 kg) da companhia pode fazer sua melhor performance na categoria e exaltou o foco do companheiro.

"O Aldo está muito bem, ele se reinventou em alto nível, o que é difícil, ainda mais com o histórico dele, o que ele conseguiu. Ele se renovar com vontade de vencer novamente é de bater palmas e acho que ele vai ganhar bem essa luta", disse, emendando.

"O ser humano tem que se reinventar, achar os erros e procurar se motivar. Não adianta ficar em casa reclamando. Ele chegou no algo a mais para se motivar e foi em frente. É difícil  no nível dele, que já ganhou tudo, tem seu nome escrito na história, voltar para fazer de novo a caminhada. É demais", completou o faixa-preta de jiu-jitsu.

A motivação de José Aldo tem um objetivo claro: ser campeão do UFC. Depois de viver um período instável no peso-pena, o brasileiro decidiu dar novos ares na carreira e se encontrou no peso-galo. Sendo assim, Léo Santos frisou que não duvida da capacidade do parceiro de time e afirmou que o vê no topo da liga mais uma vez.

"Não é lutar pelo dinheiro e pela fama. O cara está motivado mesmo. É o título que esta o motivando e ele quer isso de novo. Está maneiro demais de ver isso. Um cara que já fez isso duas vezes, por que não mais uma? Acho que é questão de tempo", concluiu.

José Aldo, de 34 anos, estreou pelo UFC em 2011, disputou 18 lutas, venceu 12 e perdeu seis vezes. Desde seu debute na franquia até 2015, o brasileiro reinou no peso-pena, até ser superado por Conor McGregor. Atualmente, o atleta se encontra em quinto lugar no ranking do peso-galo e, na sua última apresentação, em agosto deste ano, superou o compatriota Pedro Munhoz, por decisão unânime dos jurados.

Esporte