PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Cormier se defende das críticas após dizer que Fedor seria um lutador "mediano" no UFC

Ag. Fight

Ag. Fight

26/10/2021 11h17

Após causar polêmica ao sugerir que Fedor Emelianenko se tornaria um lutador "mediano" no plantel estrelado do UFC, caso tivesse assinado com a organização após encerrar seu ciclo no extinto evento japonês 'Pride', Daniel Cormier decidiu se defender das críticas sofridas por conta de sua declaração. Em novo vídeo publicado em seu canal do 'Youtube', o ex-lutador - que atualmente atua como comentarista - disse que tudo não passou de um mal-entendido.

De acordo com o ex-campeão meio-pesado (93 kg) e peso-pesado do UFC, sua avaliação tem como base apenas o período entre 2009 e 2012, no qual o russo teve sua pior sequência de resultados na carreira, chegando a amargar três derrotas consecutivas, enquanto competia sob a bandeira do extinto evento americano 'Strikeforce'. Cormier ainda se mostrou surpreso com a repercussão que suas palavras tomaram e ressaltou sua admiração por Fedor.

"Pessoal, vamos deixar isso claro. Eu absolutamente amor Fedor. Não vamos fazer disso uma coisa que não é. Anteriormente nessa semana eu tive uma conversa no meu show 'Debate DC', se Fedor poderia dominar o UFC da forma que ele fez no Pride e em todas as outras organizações nas quais ele lutou anteriormente. Eu disse que não, mas eu fui bastante específico sobre o espaço de tempo. Eu não disse que o Fedor de 2005, 04, 03, 06 não conseguiria. Eu não disse isso. Eu disse que na janela de 2009 a 2012, eu não acho que ele seria tão bom quanto ele demonstrou anteriormente", explicou Daniel Cormier, antes de completar.

"Eu não entendo como isso deixou tantas pessoas chateadas. Porque isso foi provado, naquele período de tempo, que ele não foi tão efetivo. É simples assim. Eu amo Fedor. Eu assisto hoje em dia se ele lutar, e eu torço para ele todas as vezes, o cara é uma maravilha do mundo. Ele é um cara que não aparece com frequência", concluiu, de acordo com a transcrição do site 'MMA News'.

Considerado por muitos como o maior peso-pesado de todos os tempos, Fedor Emelianenko teve grande destaque no início dos anos 2000, quando dominava os ringues do 'Pride', na época em que o evento japonês rivalizava com o UFC pelo posto de principal organização de MMA do mundo. Desde então, a expectativa por uma potencial transferência do russo para o Ultimate esteve sempre presente no imaginário dos fãs do esporte, mas nunca chegou a se concretizar. Atualmente, o 'Last Emperor' se encontra sob contrato com o Bellator e tudo indica que deve pendurar as luvas após sua próxima luta.

Esporte