PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ortega destaca garra de Volkanovski e exalta rival: "É campeão por um motivo"

Ag. Fight

Ag. Fight

28/09/2021 07h00

Por pouco, Brian Ortega não fez história no UFC 266. No evento realizado no último sábado (25), em Las Vegas (EUA), o americano lutou pelo título do peso-pena (66 kg) contra o campeão Alexander Volkanovski e quase o destronou, porém desperdiçou a oportunidade de encerrar o combate e acabou superado. Contudo, se engana quem pensa que 'T-City' ficou desanimado com o resultado adverso.

Na entrevista pós-luta, ainda no octógono, Ortega parabenizou Volkanovski pela vitória e também por sobreviver aos seus ataques no terceiro round. Na ocasião, o desafiante ao título do peso-pena ameaçou o campeão da categoria ao aplicar uma guilhotina e um triângulo justos, porém 'The Great' resistiu e não diminuiu seu ritmo para a sequência do combate.

De acordo com Ortega, a batalha contra Volkanovski serviu para colocar um ponto final no clima hostil entre eles. Vale lembrar que o campeão acusou o americano de ser um atleta dopado e, por sua vez, o desafiante avisou que pouco se importava com o cinturão, já que seu objetivo era arrancar a cabeça do rival. Agora, 'T-City' reconheceu o valor do número um do peso-pena e, sem se abalar com a dura derrota, prometeu aos fãs que dará a volta por cima no UFC.

"Eu pensei que estava acabado. É exatamente para isso que treinamos, todo meu camp. Como eu disse, eu estava tentando pegar a cabeça dele, mas aquele desgraçado é durão para c******. Eu fiquei enrolado naquele pescoço, tentei apertar, acabar com ele. Eu o ouvi fazendo um barulho, mas ele escapou e pensei 'Droga'. Esse cara é campeão por um motivo. Nada além de amor por ele, nada além de respeito. Sei que tivemos nossas diferenças, mas acabou", enalteceu Ortega, antes de completar.

"Para todos aqui, amo vocês do fundo do meu coração. Vocês me fazem sentir muito feliz aqui. Toda vez que luto, vocês torcem por mim. Vocês são os melhores. Não importa o que aconteça, estou sempre aqui para fazer show para vocês. É hora de voltar, de subir a escada e melhorar. Estou evoluindo. Mesmo que fiquemos aquém, não somos definidos por como perdemos, mas como podemos superar a derrota. Esse é o nosso coração mexicano. Obrigado, pessoal do fundo do meu coração", concluiu.

Brian Ortega, de 29 anos, iniciou sua trajetória no UFC em 2014 e já disputou o cinturão do peso-pena da organização duas vezes. Na primeira, realizada em 2018, o especialista em jiu-jitsu enfrentou Max Holloway, perdeu o duelo e também sua invencibilidade no MMA. Na segunda, o americano sucumbiu diante de Alexander Volkanovski.

No esporte, 'T-City' possui um cartel composto por 15 vitórias, duas derrotas e um 'no contest' (luta sem resultado) e triunfos marcantes sobre Clay Guida, Cub Swanson, Frankie Edgar, Renato 'Moicano' e 'Zumbi Coreano'. Atualmente, o atleta se encontra na segunda posição no ranking do peso-pena do UFC.

Esporte