PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Nick Diaz confessa incômodo com atuação do irmão Nate em derrota para Edwards

Ag. Fight

Ag. Fight

23/09/2021 16h56

Depois de seis anos afastado, Nick Diaz, finalmente, vai retornar ao UFC. Na edição de número 266, que acontece neste sábado (25), em Las Vegas (EUA), o 'bad boy' vai encarar Robbie Lawler e está motivado para a revanche. Além do fato de se reencontrar com o octógono e com os fãs, o veterano revelou que a atuação de Nate Diaz, seu irmão mais novo, contra Leon Edwards, o abalou e o impulsionou a elevar o nome da família.

Em entrevista à 'ESPN' americana, Nick admitiu que se sentiu incomodado ao assistir a derrota de Nate para Edwards. No duelo realizado em junho, o caçula dos irmãos, que não atuava há dois anos, foi dominado durante quatro rounds pelo inglês, integrante do top-5 dos meio-médios (77 kg).

É bem verdade que o 'bad boy' quase protagonizou uma virada épica, já que esteve perto de nocautear o rival no quinto e último assalto, porém desperdiçou a chance e sucumbiu. Mais chateado com a atuação de Nate do que com o resultado em si, Nick indicou que assistir a tal luta foi um castigo maior do que as guerras que travou em sua carreira no MMA.

"É muito para lidar. Estar longe por cinco anos, voltar e ver isso (luta de Nate contra Edwards). Isso foi realmente algo novo. Realmente, meio que derrubou meu bloqueio. Levei socos mais fortes assistindo a isso do que recebi nos sparrings ou em qualquer luta. É meu irmão, é meu irmão mais novo, sabe? É difícil vê-lo lutar", admitiu a estrela do MMA.

Apesar de não ter conquistado o cinturão dos meio-médios do UFC, Nick Diaz, de 38 anos, é um dos atletas mais populares do MMA. O 'bad boy' se destacou no esporte na base do jiu-jitsu e do boxe. Em sua carreira, o americano disputou o título interino e linear dos meio-médios da organização contra Carlos Condit e Georges St-Pierre, respectivamente, e perdeu para os rivais por decisão unânime. Seus triunfos de maior destaque foram sobre BJ Penn, Frank Shamrock, Gleison 'Tibau' e Robbie Lawler.

Nate Diaz, de 36 anos, é um dos lutadores de maior popularidade no MMA atual, mas vive má fase. O atleta perdeu três das últimas quatro lutas que disputou, sendo a a mais recente realizada em junho, contra Leon Edwards. Ao menos, o americano voltou a ficar ativo no UFC, já que não atuava desde 2019. Seus principais triunfos no esporte foram diante de Anthony Pettis, Conor McGregor, Donald Cerrone, Gray Maynard, Jim Miller, Melvin Guillard, Michael Johnson e Takanori Gomi.

Esporte