PUBLICIDADE
Topo

Woodley admite sentir uma “paz estranha” após ser dominado por ‘Durinho’

Ag. Fight

01/06/2020 10h57

Amplamente superado por Gilbert 'Durinho' nos cinco rounds da luta principal do UFC Las Vegas, realizado no último sábado (30), Tyron Woodley parece ter lidado com esta derrota de forma mais tranquila do que a anterior, para Kamaru Usman, quando perdeu o cinturão dos meio-médios (77 kg). Em vídeo publicado em sua conta no 'Instagram' (veja abaixo ou clique aqui), o americano admitiu a superioridade do brasileiro e descartou dar qualquer tipo de desculpa para justificar o revés sofrido.

Ao contrário do que alega ter acontecido na disputa contra Usman, Tyron afirmou que estava 'presente' na luta contra 'Durinho', e que a derrota veio pelo desenvolvimento normal da luta, com o adversário em uma noite melhor. O ex-campeão dos meio-médios ainda declarou que estava bem treinado para o confronto, mas a estratégia adotada pelo brasileiro conseguiu anular seu jogo.

"Eu não tenho desculpas. Treinei duro, estava em ótima forma, senti que fiz tudo certo. Tudo pareceu bom, da entrada até o alongamento, todas as coisas da luta. Olhei nos olhos dele ontem (sexta-feira) e eu sabia que ele estaria pronto para lutar, o que eu achei que seria bom. Ele fez um bom trabalho mantendo a distância, não vindo de encontro aos meus socos e eu apenas senti que estava esticando", declarou Woodley, antes de continuar.

"Eu sinto uma paz estranha para alguém que acabou de ter o traseiro chutado. Não sei o motivo de estar em paz. Não com o fato de ter perdido, não por ter perdido para Gilbert. Gilbert fez o que tinha que fazer e, no final do dia, essa não foi uma situação como a da luta com (Kamaru) Usman, onde eu senti que não estava lá. Eu estava 'presente' (dessa vez), estava respondendo. Ouvi o que meus treinadores estavam dizendo. Eu apenas não conseguia encostar nele. Posso aceitar uma derrota quando eu vou lá e sinto que estava presente de corpo e mente", concluiu.

A derrota para Gilbert 'Durinho' no último sábado foi a segunda consecutiva do ex-campeão dos meio-médios, ambas na decisão unânime dos juízes após ser dominado amplamente nos cinco rounds. Contra Kamaru Usman, em março do ano passado, Tyron Woodley perdeu, além da peleja, o cinturão da categoria até 77 kg do UFC.

Esporte