PUBLICIDADE
Topo

Dana White muda o tom e revela conversa com Tyson Fury sobre ida para o MMA

Ag. Fight

07/12/2019 09h00

Multicampeão no boxe profissional, Tyson Fury revelou recentemente seu desejo de se testar no MMA, mais especificamente no UFC. Ainda que sua ideia tenha sido inicialmente rechaçada por Dana White - presidente do Ultimate -, o peso-pesado inglês manteve a programação e realizou alguns treinos específicos da modalidade com seu compatriota Darren Till, peso-médio (84 kg) do Ultimate. Porém, ao que parece, o dirigente está reconsiderando sua posição quanto ao assunto.

Em entrevista à rádio '106.7 FM', Dana White revelou que conversou recentemente com Tyson Fury sobre seu desejo de lutar pela organização que preside. E, ao contrário de sua reação inicial, o dirigente deixou em aberto a possibilidade de acrescentar o pugilista ao plantel do UFC. Apesar do tom mais ameno, o cartola relembrou dos compromissos do peso-pesado no seu esporte de origem para diminuir a expectativa sobre sua contratação.

"É interessante. Eu e ele conversamos no outro dia. Nós conversamos. Então, ele realmente está interessado em lutar (MMA), eu respeito isso. Vamos ver. Vamos ver o que acontece", declarou o presidente do UFC, antes de completar.

"Vamos ver o que acontece com sua carreira no boxe. Ele tem a revanche contra Wilder vindo, o que obviamente é enorme e uma luta atrativa para a divisão dos pesos-pesados. Você tem (Andy) Ruiz e (Anthony) Joshua lutando neste fim de semana... Então, vamos ver como isso se encaminha, e ver o que acontece", concluiu Dana White, de acordo com transcrição do site 'MMA Junkie'.

No dia 22 de fevereiro de 2020, Tyson Fury encara Deontay Wilder, em Las Vegas, após o controverso empate declarado no primeiro encontro entre eles, em dezembro de 2018. Com um triunfo, o ex-campeão mundial peso-pesado - que permanece invicto em sua carreira no boxe profissional após 30 lutas - poderia ser escalado para enfrentar o vencedor do duelo entre Andy Ruiz e Anthony Joshua, que duelam pelo título mundial da categoria neste sábado (7), dificultando assim um possível acordo futuro com o UFC.

Esporte