PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Sem conversa! Colby promete enfrentar Tyron Woodley em próximo desafio no UFC

Ag. Fight

12/12/2018 15h21

O ex-campeão interino do UFC Colby Covington voltou a dizer que só entrará novamente no octógono se for para lutar contra o dono do cinturão dos meio-médios (77 kg), Tyron Woodley. Cotado para enfrentar 'T-Wood' no duelo principal do evento agendado para o dia 26 de janeiro, 'Chaos' revelou que depende apenas da confirmação do rival para que o duelo no evento de número 233 do Ultimate saia do papel.

Agendado para Anaheim (EUA), este card ainda não possui uma luta principal oficializada. Mas como o show será um evento numerado, existe a necessidade de uma disputa de cinturão liderar a noite, e a expectativa era de que os meio-médios se enfrentassem na ocasião. No entanto, Woodley está em fase de recuperação de uma cirurgia, o que pode impedir que o combate ocorra na data esperada. Mas, independentemente da luta ocorrer no dia 26 de janeiro ou não, Covington garantiu, em entrevista ao programa 'MMA Hour', que este será o seu próximo duelo.

"Eu lutaria com Tyron Woodley lá , mas não posso falar por ele. Sei que não concordamos muito, mas concordamos em uma coisa: lutaremos um contra o outro. Ele quer bater na minha cara, mas isso não vai acontecer. Essa luta vem sendo construída por dois anos. Calma, eu construí essa luta por dois anos. Essa luta se vende sozinha, é a próxima luta. Não importa se eu e o Tyron Woodley vamos lutar no UFC ou na farmácia. Minha próxima luta será com o Tyron Woodley", projetou.

"Estou esperando por Tyron. Já passou da tempo. Ele é a única pessoa contra quem lutarei. Eu sou jovem, os melhores anos estão à minha frente. Ele é velho, está no final de sua carreira. Eu estou apenas começando, mal comecei esta jornada. Então, enquanto eu não lutar com Tyron Woodley, teremos negócios inacabados Isso é o que está acontecendo: estou esperando por ele. Nós lutaremos em breve, eu não me importo como", completou.

Aos 30 anos, Colby Covington já somou 14 triunfos e apenas uma derrota na carreira profissional como lutador de MMA. Já Woodley, de 36 anos, acumulou um retrospecto de 19 vitórias, três reveses e um empate no cartel.

Esporte