PUBLICIDADE
Topo

Esporte

'Rampage' exalta importância de substância extraída da maconha durante seu camp

Ag. Fight

29/09/2018 11h00

Quinton 'Rampage' Jackson não costuma ser um atleta amigável. No entanto, um motivo ajudou o casca-grossa a ser grato a um companheiro de profissão. E tudo isso graças a um componente extraído da maconha. Em entrevista ao site 'MMA Fighting', o americano exaltou o uso que tem feito do canabidiol (CBD), substância química presente na cannabis. Além disso, o veterano agradeceu a Nate Diaz por ter lhe apresentado o produto.

A substância até ano passado era proibida pela WADA (agência mundial de antidoping). No entanto, em 2018 seu uso foi liberado pelo órgão regulador, inclusive no MMA. Essa mudança, de acordo com Rampage, se deve muito ao esforço de Nate Diaz. O CBD ao ser separado da maconha - que continua sendo ilegal - possui apenas efeitos anti-inflamatórios.

"Tem sido muito importante . Aprendemos os benefícios do CBD com Nate Diaz. Ele foi o primeiro com o qual eu aprendi sobre CBD. Sou grato que ele tenha lutado e tornado isso algo legal para os lutadores de MMA. Então obrigado Nate, por ter trazido CBD. É incrível, tem me ajudado bastante", agradeceu Jackson.

"Me ajudou com lesões, ajudou a aliviar dores. Antes eu não conseguia fazer flexões. CBD veio e sumiu com essas dificuldades", reforçou a lenda de MMA.

Nesse período o uso do canabidiol pode ser ainda mais importante para Rampage. Isso porque o americano encara Wanderlei Silva no próximo sábado (29), e qualquer alívio de dores pode ser de extrema valia em um confronto que promete ser agressivo. Os veteranos se enfrentam no Bellator 206, que será sediado na Califórnia (EUA).

Esporte