PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Juiz presente em treino polêmico sugere McGregor x Malignaggi

Ag. Fight

31/08/2017 17h02

Joe Cortez trabalhou com Conor McGregor por seis semanas – Diego Ribas

Passado quase uma semana da luta entre Conor McGregor e Floyd Mayweather, o assunto ainda é debatido no mundo das lutas. E mais do que o combate em si, tudo aquilo que o envolveu gerou muita repercussão. Um dos principais casos foi a polêmica envolvendo o irlandês e Paulie Malignaggi, ex-campeão mundial de boxe que estava o ajudando no treinamento para encarar o norte-americano.

Isso porque semanas antes da luta, Malignaggi abandonou o camp de McGregor após a equipe do campeão dos leves (70 kg) do UFC publicar uma foto onde o americano está caído e aparenta ter levado um knockdown. Quem estava mais próximo do lance era Joe Cortez, árbitro oficial de boxe contratado pelo irlandês para ajudá-lo a se familiarizar com as regras da nobre arte. E ele contou o que viu.

"Eu não estava prestes a tomar qualquer decisão, porque sparring é sparring. Você pode ser empurrado, você pode escorregar ou qualquer coisa e eu não ia chamar nada de qualquer maneira. Foi apenas uma coisa bizarra que aconteceu", afirmou o juiz ao programa 'MMA Hour', antes de garantir que estava longe de pensar em encerrar o treino.

"Não estava sequer considerando abrir contagem. Para mim foi apenas algo comum. Poderia ter sido um empurrão, poderia ter sido um escorregão. Era uma sessão de sparring, não tenho nada a considerar sobre nada, foi apenas algo pequeno que aconteceu", completou.

Cortez aproveitou para pregar respeito a Paulie Magnaggi, que se juntou à equipe de McGregor para ajudá-lo a pegar ritmo diante de adversários duros no boxe. No entanto, no fim ele acabou por sugerir que o ex-campeão de boxe resolva suas pendências com o irlandês subindo no ringue para uma disputa.

"Eu respeito o Paulie. Ele deu tudo o que podia durante o sparring. Nós sabemos e todos sabem que ele veio para entregar isso ao McGregor, para polir suas habilidades no boxe. Agora que eu posso falar sobre isso, para mim não aconteceu nada. Foi só algo bizarro. Foi um knockdown? Não sei. Foi um escorregão? Não sei. Foi apenas uma sessão de sparring. Vamos fazer uma luta com Paulie e o McGregor, por que não? Se eles querem acertar os ponteiros, vamos fazer essa luta acontecer entre os dois", concluiu.

Após um início melhor, McGregor acabou sendo derrotado por Mayweather por nocaute no décimo assalto da luta.

Esporte