PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Jon Jones e Brock Lesnar podem pegar suspensões brandas por doping; entenda

24/08/2016 18h02

Jones chorou com sua retirada do card do UFC 200 - Diego Ribas

Jones chorou com sua retirada do card do UFC 200 – Diego Ribas

As substâncias proibidas descobertas nos exames dos atletas são responsáveis por deixá-los por longos períodos fora das competições. Mas, apesar de terem sido flagrados no teste antidoping, Jon Jones e Brock Lesnar podem ter um destino mais tranquilo quanto às punições da USADA, agência que controla o uso de substâncias proibidas nos Estados Unidos.

De acordo com o site americano ‘MMA Fighting’, a entidade revelou que os dois lutadores podem não ser submetidos às longas punições que são promovidas normalmente. Isso porque as substâncias encontradas nos exames dos atletas são catalogadas como “especificadas”, o que representa um afastamento de no máximo um ano dos octógonos.

Tais substâncias especificadas recebem um tratamento diferente porque são consideradas pela agência como possivelmente usadas sem a intenção de aumento de performance. Isso ocorre geralmente quando o atleta consome o que é proibido de maneira inconsciente, por meio de suplementos contaminados ou algum remédio manipulado que não apresente todas as informações de composição, por exemplo.

Mesmo com a esperança de não receberem punições graves por parte da USADA, os dois lutadores ainda vão passar pelo julgamento e suspensão impostos pela Comissão Atlética de Nevada, o que não possui nenhum tipo de relação com as sanções expedidas pela outra agência. O julgamento deve acontecer ainda esse ano e vai determinar quanto tempo Brock e Jones vão precisar se manter fora dos eventos que acontecem no estado americano.

Esporte