PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Djokovic e Nadal aparecem na lista de participantes do Aberto da Austrália

08/12/2021 18h42

Melbourne, 8 dez 2021 (AFP) - O número 1 do mundo, Novak Djokovic, está na lista de participantes do Aberto da Austrália em janeiro de 2022, divulgada nesta quarta-feira pelos organizadores, após semanas de especulações sobre sua presença devido à obrigação de se vacinar.

O sérvio, 20 vezes vencedor do Grand Slam, havia colocado em dúvida sua participação no torneio australiano, mas na terça-feira seu nome já aparecia na lista de tenistas da equipe sérvia na ATP Cup de Sydney em janeiro, o que indicou que ele também disputaria o Open.

Djokovic, de 34 anos, não quer revelar sua situação vacinal. Seu pai sugeriu no mês passado que seu filho não iria disputar o torneio e acusou os organizadores de "chantagem".

Os organizadores do primeiro Grand Slam do ano insistem que apenas os jogadores totalmente vacinados poderão participar e nesta quarta-feira reiteraram ao comunicar a lista de participantes.

"Qualquer exceção terá que seguir regulamentações governamentais estritas", disseram eles.

"Qualquer alegação sugerindo que a federação tentará descumprir essas regras é simplesmente falsa", acrescentou ele, no momento em que alguns meios de comunicação levantaram a possibilidade de que os organizadores do torneio, com o apoio da Tennis Australia, estejam procurando permitir que Djokovic se beneficie de uma isenção.

"Todos estão ansiosos para assistir ao Aberto da Austrália. E todos os que participarem, espectadores, jogadores, dirigentes, equipes técnicas, devem estar totalmente vacinados", repetiu mais uma vez nesta quarta-feira o vice-primeiro-ministro do estado de Victoria, onde Melbourne é a capital, James Merlino.

- Federer e Serena ausentes -"É a regra. Isenções médicas são apenas isenções médicas, não são meios de evitar essas regras por tenistas privilegiados", insistiu.

Vencedor de três torneios do Grand Slam na temporada passada e de nove títulos do Aberto da Austrália, Djokovic se tornaria o primeiro tenista a conquistar 21 títulos 'majors' em Melbourne.

Também está na lista o espanhol Rafael Nadal, que disputou apenas duas partidas desde a derrota nas semifinais em Roland Garros, em junho, devido a uma lesão no pé. Nadal também venceu, como Djokovic, 20 Grand Slams.

Um dos ausentes será o suíço Roger Federer, que já havia anunciado que não participaria.

Nem a americana Serena Williams, cuja presença era esperada, mas a vencedora de 23 Grand Slams, não está em plena forma física e decidiu não competir seguindo as indicações médicas.

"Não é uma decisão fácil de tomar, mas não estou no ponto em que você precisa estar fisicamente para competir", disse Williams.

Ashleigh Barty, número 1 do mundo, tentará se tornar a primeira australiana a ser campeã em casa em 44 anos. Diante dela estará, entre outras, a japonesa Naomi Osaka.

mp/arb/pst/dbh-bl/psr/aam

Esporte