PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Schalke 04 promete procurar e punir autores de gritos racistas

Torcida do Schalke 04 em jogo contra o Hertha Berlim pela Copa da Alemanha - Leon Kuegeler/Reuters
Torcida do Schalke 04 em jogo contra o Hertha Berlim pela Copa da Alemanha Imagem: Leon Kuegeler/Reuters

05/02/2020 13h47

Berlim, 5 Fev 2020 (AFP) — O diretor esportivo do Schalke 04 promete "tolerância zero": Jochen Schneider se comprometeu nesta quarta-feira (5) a punir os autores dos gritos racistas proferidos na terça (4) durante o confronto do clube nas oitavas de final da Copa da Alemanha contra o zagueiro Jordan Torunarigha, do Hertha Berlim.

"Tolerância zero. Não tenho nenhuma compreensão por idiotas deste tipo", declarou o dirigente do clube de Gelsenkirchen, que se classificou para as quartas de final graças à vitória por 3 a 2 na prorrogação.

"Faremos tudo que está em nosso poder para perseguir os responsáveis e para que sofram as consequências" de seus atos, completou Schneider, que pediu desculpas a Torunarigha, um jogador de pai nigeriano que defende a seleção sub-21 da Alemanha.

O zagueiro foi expulso durante o primeiro tempo da prorrogação após pegar e lançar com frustração uma caixa com bebidas, depois de ser empurrado para o banco de reservas por um adversário.

O zagueiro Biklas Stark, do Hertham ouviu "gritos de macaco" contra o companheiro e pediu à federação alemã (FDB) para intervir no caso.

Incidentes racistas vêm se multiplicando na Europa nos últimos meses.

Em final de janeiro, a federação espanhola de futebol abriu uma investigação após insultos racistas proferidos contra o atacante Iñaki Williams, do Athletic Bilbao, durante uma partida na casa do Espanyol.

Duas semanas antes, o jovem meia francês Abou Ba, emprestado pelo Nantes ao Aris Salônica, foi vítima de insultos racistas durante uma parida do Campeonato Grego em Larissa.

Ouça o podcast Posse de Bola, a mesa redonda do UOL sobre futebol, com Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira.

Mais podcasts do UOL no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.

Esporte