PUBLICIDADE
Topo

Esporte

TAS espera julgar "centenas" de casos de doping, após relatório McLaren

13/12/2016 13h54

Genebra, 13 dez 2016 (AFP) - O Tribunal Arbitral do Esporte espera ser acionado em "várias centenas de casos", após a divulgação do relatório McLaren sobre o doping estatal na Rússia que envolve mais de 1.000 atletas, afirmou nesta terça-feira o secretário-geral da entidade.

"Podemos esperar várias centenas de casos a priori, porque há mil infrações no relatório McLaren. Posso esperar 100, 200 litígios no TAS", declarou Matthieu Reeb, em coletiva de imprensa na Suíça.

Segundo o relatório final de Richard McLaren, publicado nesta sexta-feira em Londres, "fortes evidências de doping institucional entre 2011 e 2015" envolvendo mais de 1.000 atletas russos de mais de 30 modalidades foram desvendados.

O relatório encomendado pela Agência Mundial Antidoping (Wada) cita "uma conspiração institucional colocada em vigo nos esportes olímpicos pelos serviços estatais como a agência russa antidoping (Rusada), o laboratório antidoping de Moscou e a FSB (serviços secretos), afim de manipular os controles antidopings".

Reeb explicou que a Wada "informará cada federação internacional citada que terá que colocar em prática processos disciplinares para provar a culpabilidade dos atletas". Os atletas punidos poderão em seguida apelar ao TAS.

"Alguns atletas, eu imagino, não irão insistir, mas outros certamente o farão", completou Reed, garantindo que o tribunal poderá juntar casos similares em uma mesma pasta para agilizar os julgamentos.

Esporte