PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Comitê Olímpico russo suspende 4 atletas por doping

25/01/2016 10h52

Moscou, 25 Jan 2016 (AFP) - Em mais uma etapa no processo de 'limpeza' do atletismo russo, o Comitê Olímpico do país suspendeu nesta segunda-feira quatro competidores por doping, entre elas Irina Maracheva, vice-campeã europeia dos 800 m.

Maracheva foi suspensa por quatro anos, com base em documentos enviados pela Federação Internacional do Atletismo (IAAF).

Anna Lukyanova, da marcha olímpica, e as corredoras Yelena Nikulina and Maria Nikolayeva, também levaram a mesma punição.

Em novembro, o atletismo russo foi banido de todas as competições internacionais pela IAAF, e corre sério risco de ficar fora dos Jogos Olímpicos do Rio-2016.

Para que a Rússia participe das provas de atletismo na Cidade Maravilhosa, o país precisa comprovar que está fazendo esforços significativos para acabar com o sistema de doping organizado denunciado por um relatório da Agência Mundial Antidoping.

No dia 16 de janeiro, a Federação Russa de Atletismo (Araf), elegeu um novo presidente, Dmitri Chliakhtin, que só permanecerá no cargo até setembro ou outubro, tempo necessário para tirar a entidade da crise.

Chliakhtin tem encontro marcado com a comissão de inspeção da IAAF nesta segunda-feira, em Moscou. "Serão dois dias de reuniões discretas, de portões fechados", explicou à AFP a porta-voz da Araf, Alla Gluchtchenko.

Em outra visita ao país, no dia 12 de janeiro, a comissão afirmou afirmado que a Rússia "reconhece a necessidade de reformas".

Esporte