PUBLICIDADE
Topo

Tênis

Djokovic enfrentará compatriota na estreia no Australian Open

Novak Djokovic, durante treino antes do Aberto da Austrália - REUTERS/Loren Elliott
Novak Djokovic, durante treino antes do Aberto da Austrália Imagem: REUTERS/Loren Elliott

Do UOL, em São Paulo (SP)

13/01/2022 08h45

Novak Djokovic, primeiro cabeça de chave nesta edição do Australian Open, já sabe quem será seu adversário na primeira rodada do Grand Slam: seu compatriota Miomir Kecmanovic.

O sorteio para conhecer os confrontos atrasou em mais de uma hora e sem explicações. Segundo a imprensa australiana, a expectativa de quem estava presente era uma possível decisão do ministro australiano de cancelar o visto do número 1 do mundo.

Djokovic está treinando normalmente em Melbourne. No começo da semana, ele ganhou na Justiça australiana o direito de entrar no país e, consequentemente, de disputar o Australian Open após ter seu visto cancelado na chegada à Austrália.

A estrela do tênis teve negada a entrada no país após ter inicialmente recebido uma isenção médica para poder disputar o Aberto da Austrália mesmo sem provar se está vacinado contra a covid-19. Djokovic apelou na Justiça, não foi deportado de forma imediata e permaneceu detido em um hotel de Melbourne até levar a melhor na audiência realizada ontem.

O caso, porém, ainda não está totalmente decidido, já que o ministro de Imigração da Austrália, Alex Hawke, ainda considera a possibilidade de exercer seu poder pessoal de cancelar o visto concedido a Djokovic. Se isso acontecer, o tenista sérvio pode ficar sem poder entrar na Austrália por três anos.

Tênis