PUBLICIDADE
Topo

Tênis

Dia amargo: Tsitsipas diz que avó morreu minutos antes de Roland Garros

Stefanos Tsitsipas na final de Roland Garros 2021 - Reuters
Stefanos Tsitsipas na final de Roland Garros 2021 Imagem: Reuters

Colaboração para o UOL, em São Paulo

14/06/2021 08h37

O dia de ontem foi amargo para Stefanos Tsitsipas. Além da derrota de virada na final do Roland Garros em duelo contra Novak Djokovic, o atleta revelou que perdeu uma de suas avós.

A morte aconteceu, segundo o grego, cinco minutos antes da grande final do Grand Slam. Nas suas redes sociais, o tenista comentou sobre o assunto.

"A vida não é ganhar ou perder. É aproveitar cada momento da vida, seja sozinho ou com outras pessoas. Viver uma vida significativa, sem miséria e abjeção. Levantar troféus e comemorar vitórias é algo, mas não tudo. Cinco minutos antes de entrar no field, minha querida avó perdeu a batalha pela vida. Uma mulher sábia cuja fé na vida e sua vontade de dar e prover não podem ser comparadas a nenhum outro ser humano que ela já conheceu", escreveu.

Tsitsipas não poderia dedicar o triunfo à sua falecida avó, mas por isso não deixou a oportunidade de homenageá-la. "É importante ter mais gente como ela neste mundo. Porque gente como ela te dá vida, te faz sonhar. Independentemente do dia, circunstância ou situação, este é inteiramente dedicado a ela, e somente a ela. Obrigado por criar meu pai. Sem ele, isso não teria sido possível", completou.

Com relação a partida, Stefanos tinha nas mãos a conquista de seu primeiro Grand Slam em Roland Garros, quando derrotou Novak Djokovic por dois sets a zero. No entanto, ele acabou sucumbindo e foi derrotado por três sets a dois.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi informado no texto, Tsitsipas não disse que soube da morte da avó antes do jogo, mas sim que o óbito se deu naquele período. O texto foi corrigido.

Tênis