PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Giannis, Djokovic e Hamilton vivem raro dia trágico para elite do esporte

Novak Djokovic acerta bolada em juíza de linha no US Open de 2020 - Getty Images
Novak Djokovic acerta bolada em juíza de linha no US Open de 2020 Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

07/09/2020 04h00

O mundo do esporte viveu um domingo atípico e viu três dos principais nomes da atualidade terem um fim de semana para esquecer. Ontem (6), Giannis Antetokounmpo, Lewis Hamilton e Novak Djokovic protagonizaram, de maneiras diferentes, situações difíceis. Lesão, punição e desclassificação marcaram um dia raro para a elite esportiva.

O domingo começou com uma corrida desastrosa para Lewis Hamilton. Nas primeiras voltas do Grande Prêmio da Itália, tudo parecia normal: o atual campeão mundial tinha uma liderança tranquila. No entanto, o acidente de Charles LeClerc fez com que tudo mudasse.

Enquanto o safety car ainda estava na pista, Hamilton entrou nos boxes para trocar os pneus, mas o pit lane ainda estava fechado. Resultado: o inglês foi punido e perdeu 10 segundos. A corrida foi paralisada por 20 minutos e, quando retornou, o piloto precisou cumprir a punição, despencando para o último lugar.

Lewis Hamilton no GP da Itália. Britânico foi punido com 10 segundos por ter entrado nos boxes quando não era permitido e despencou nas posições  - Clive Mason - Formula 1/Formula 1 via Getty Images - Clive Mason - Formula 1/Formula 1 via Getty Images
Lewis Hamilton no GP da Itália. Britânico foi punido com 10 segundos por ter entrado nos boxes quando não era permitido e despencou nas posições
Imagem: Clive Mason - Formula 1/Formula 1 via Getty Images

Com isso, Hamilton fez uma corrida de recuperação e precisou correr atrás do prejuízo durante as voltas seguintes. Terminou em sétimo e abriu a oportunidade para que o pódio na Itália fosse inédito: o francês Pierre Gasly venceu sua primeira corrida na Fórmula 1, seguido por Carlos Sainz e Lance Stroll. Após a corrida, Hamilton assumiu responsabilidade pela punição.

Outro campeão que teve um domingo difícil foi o tenista número 1 do mundo Novak Djokovic. O principal concorrente ao título do US Open foi punido e desclassificado do torneio nas oitavas de final ao acertar acidentalmente uma bolada em uma das árbitras.

O sérvio teve o serviço quebrado pelo seu adversário, o espanhol Pablo Carreño Busta, e, irritado, deu uma raquetada uma bola, que atingiu o rosto da juíza de linha. Ela foi socorrida e passou alguns instantes no chão sendo atendida. Depois disso, o lance foi analisado pelo supervisor do torneio, e a desclassificação foi anunciada, mesmo com o tenista tentando argumentar.

Simultaneamente à partida de Djokovic, acontecia o jogo 4 da série entre Miami Heat e Milwaukee Bucks, válida pelos playoffs na NBA. Perdendo por 3 a 0 a série, disputada em melhor de 7, os Bucks seriam varridos em caso de derrota, mesmo contando com o atual MVP Giannis Antetokounmpo. Antes do jogo, o grego chegou a ser dúvida por conta de uma lesão no tornozelo.

Giannis Antetokounmpo se lesiona na partida 4 da semifinal contra o Miami Heat - Douglas P. DeFelice/Getty Images - Douglas P. DeFelice/Getty Images
Giannis Antetokounmpo se lesiona na partida 4 da semifinal contra o Miami Heat
Imagem: Douglas P. DeFelice/Getty Images

Apesar disso, o jogador foi para a partida, mas acabou levando a pior. No segundo quarto, Antetokounmpo foi ao chão ao tentar passar por Andre Iguodala. Ele imediatamente levou às mãos ao seu tornozelo direito e demonstrou sentir muita dor. O principal jogador dos Bucks saiu do jogo lesionado e foi declarado inativo durante o intervalo, ficando de fora dos últimos quartos da partida.

Mesmo sem ele, os Bucks conseguiram a vitória na prorrogação e forçaram um jogo 5 nessa semifinal da Conferência Leste. Agora, precisam virar a série para avançar à decisão.

Esporte