PUBLICIDADE
Topo

Pan 2019

Basquete fez atletas se apresentarem e treinarem para o Pan mesmo cortadas

Seleção feminina de basquete embarca para a disputa do Pan - @basquetebrasil
Seleção feminina de basquete embarca para a disputa do Pan Imagem: @basquetebrasil

Demétrio Vecchioli e Fabio Balasiano

Do UOL, em Lima (Peru)

02/08/2019 13h07

Três jogadoras da seleção brasileira feminina de basquete se apresentaram ao técnico José Neto e treinaram durante mais de uma semana sonhando em disputar os Jogos Pan-Americanos. Não sabiam, porém, que o Comitê Olímpico do Brasil (COB) já havia realizado as inscrições e que elas estavam fora do torneio independente do que demonstrassem no primeiro contato com o técnico da seleção, José Neto.

Procurada pela reportagem do UOL Esporte, Adriana Santos, coordenadora da seleção feminina e chefe de delegação se recusou a responder sobre a convocação e disse que a responsabilidade sobre a convocação e sobre a comunicação com as atletas é da área administrativa da CBB

Marinheiro de primeira viagem no basquete feminino, Neto anunciou no dia 28 de junho a convocação de 16 atletas para um treinamento de duas semanas antes do Pan. Além delas, também foram chamadas duas atletas "convidadas". Essas duas treinariam com a seleção sabendo que estavam apenas sendo observadas para torneios futuros.

Outras quatro jogadoras estavam na mesma condição, mas não sabiam. Quando se apresentaram a Neto a partir do dia 16, o COB já havia realizado no dia anterior a inscrição das 12 jogadoras escolhidas pelo treinador. Detalhe: o técnico nunca havia comandado um único treinamento para observá-las. Definiu a lista a partir do que viu em jogos dos clubes, apenas.

Foram cortadas a armadora Alana, de 24 anos, do Santo André, a pivô Mariana Moura, de 21 anos, do Vera Cruz Campinas, e a ala Mariane, de 22 anos, que joga no basquete universitário norte-americano. Também ficou fora da pivô Nádia, mas por lesão.

A reportagem do UOL Esporte apurou que duas dessas atletas, pelo que demonstraram nos treinamentos, estariam na seleção brasileira que viajou ao Pan no último dia 31, mas que terão que assistir ao torneio pela televisão porque já não era possível mudar a lista.

Outras modalidades também só anunciaram a lista de convocados com atraso. É o caso da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), que ainda não divulgou publicamente quem serão as 14 jogadoras da seleção feminina que virão ao Pan. Mas a entidade não esconde que essa lista já existe. Só não foi divulgada para a imprensa.