PUBLICIDADE
Topo

Pan 2019

Brasil tem dobradinha na ginástica masculina com Chico Barretto e Nory

Chico Barretto e Arthur Nory comemoram dobradinha na barra fixa no Pan-2019 - Ricardo Bufolin/COB
Chico Barretto e Arthur Nory comemoram dobradinha na barra fixa no Pan-2019 Imagem: Ricardo Bufolin/COB

Karla Torralba

Do UOL, em Lima (Peru)

31/07/2019 17h41

Última apresentação da ginástica artística pelo Pan de Lima, a final da barra fixa pelo masculino deu a Chico Barretto sua terceira medalha de ouro, nesta quarta-feira (31). Esta já é uma campanha histórica para o paulista de Ribeirão Preto, que já havia vencido a final sobre o cavalo e a disputa por equipes.

Com a nota 14,566, Barretto, 29, superou Arthur Nory numa disputa emocionante, para dar ao Brasil uma dobradinha. Em sua especialidade, Nory ficou com a prata com a nota 14,533.

Nory havia feito a melhor apresentação do dia até a entrada de Chico no aparelho. O paulista de Campinas também fecha sua apresentação no Pan com três medalhas. Além da prata na barra fixa, ficou em segundo na disputa individual geral (compondo mais uma dobradinha com Caio Souza, seu "irmão") e participou da conquista do ouro coletivo.

Na apresentação, o campeão pan-americano mostrou que estava muito preparado. Foi consistente do começo ao fim e ainda terminou cravado. Um final perfeito para uma participação marcante neste evento. Contamos um pouco de sua história aqui: único pai da seleção brasileira, Chico precisa usar redes sociais e aplicativos para acompanhar o desenvolvimento do filho, enquanto concilia a paternidade com a vida de atleta.

Nory passou os últimos meses tratando de um problema sem cura no joelho esquerdo e, por isso, dedicou-se mais ao aparelho que não tem tanto impacto.