PUBLICIDADE
Topo

Pan 2019

Patinação e Isaquias podem dar primeiras medalhas ao Brasil; como assistir?

Isaquias Queiroz, ao fundo, e Erlon Souza treinam para primeiro dia de competições - Alexandre Loureiro/COB
Isaquias Queiroz, ao fundo, e Erlon Souza treinam para primeiro dia de competições Imagem: Alexandre Loureiro/COB

Demétrio Vecchioli

Do UOL, em Lima (Peru)

26/07/2019 22h00

Depois de três dias de competições antes da cerimônia de abertura, os Jogos Pan-Americanos começam a distribuir medalhas neste sábado (27). O Brasil compete em oito modalidades neste primeiro dia oficial de disputas em Lima (Peru), com grandes chances de subir ao pódio na canoagem velocidade e na patinação artística, principalmente.

Na canoagem, Isaquias Queiroz rema as eliminatórias do C1 1.000m a partir das 11h30 (de Brasília) em Albufera, a 18 quilômetros de Lima. Depois, às 15h10, volta para a final do C2 1.000m, com Erlon Souza. Medalhistas olímpicos, eles terão como grandes rivais pelo ouro os cubanos Sergey Torres Madrigal e Fernando Jorge. Os brasileiros não competem juntos desde 2017, o que torna os cubanos favoritos.

A canoagem tem um total de 12 provas no Pan, mas o C2 1.000m é a única que tem a definição de medalhas neste primeiro dia. As demais, mesmo as que têm eliminatórias no sábado, serão decididas de domingo até terça-feira. As provas dos brasileiros não têm transmissão anunciada por nenhum dos canais nacionais detentores dos direitos de transmissão: Grupo Record (com Record, Record News e o aplicativo PlayPlus) e SporTV.

A primeira prova do Pan inteiro a distribuir medalha, ao contrário do que acontece em Olimpíadas, é a maratona masculina. A largada da prova será às 10h30, com chegada prevista para a partir de 12h40. A organização ainda não divulgou a lista de inscritos e, por isso, não dá para apontar as chances do brasileiro Wellington Bezerra da Silva, o Cipó.

A maratona feminina acontece no mesmo trajeto, praticamente ao mesmo tempo. A largada será às 11h30, e a chegada por volta das 14h10. O Brasil, atual bicampeão com a lesionada Adriana Aparecida da Silva, tem duas atletas inscritas: Valdilene dos Santos e Andreia Hessel. As duas são estreantes. Record News, PlayPlus e Sportv transmitem as corridas.

Brasileiros do taekwondo se preparam para estreia no Pan de Lima-2019 - Alexandre Loureiro/COB - Alexandre Loureiro/COB
Brasileiros do taekwondo se preparam para estreia no Pan de Lima-2019
Imagem: Alexandre Loureiro/COB

Se a primeira medalha não vier na maratona, pode vir na patinação. O programa largo feminino começa às 14h e o masculino logo depois, às 15h, depois de terminar a competição das mulheres. No programa curto, primeira metade da competição, Bruna Wurts ficou pouco atrás da representante da Argentina, muito à frente das demais. Gustavo Casado, que já foi campeão mundial, terminou em quarto no masculino. Seu rival pelo bronze é chileno. A Record se junta a Record News, PlayPlus e Sportv na exibição.

O triatlo também distribui medalhas no início do dia. A primeira prova é a feminina, às 12h, com previsão de terminar por volta das 14h. Depois acontece a largada do masculino, às 15h, para acabar até 17h. O Brasil tem seis atletas, com chances mais altas para Manoel Messias e Luisa Baptista. Em Toronto-2015 o Time Brasil não ganhou medalhas.

Das três provas do levantamento de peso, o Brasil só tem representante em um. Nathasha Figueiredo é azarã na categoria até 49kg, a partir das 16h30 - Record News e PlayPlus transmitem. No pentatlo moderno também são pequenas as chances das brasileiras Ieda Guimarães, Priscila Oliveira e Isabela Bareu. A prova distribui cinco vagas olímpicas, sendo duas exclusivamente para a América do Sul.

No boliche, as chances do Brasil são mínimas nas provas de duplas masculinas e femininas. Na primeira metade da competição, os brasileiros ficaram em 13º e 11º lugares, respectivamente. No tiro esportivo, Rachel Silveira e Thais Moura estão entre as 44 inscritas na pistola de ar 10 metros, única prova deste sábado. A final está marcada para as 13h30, com eliminatórias mais cedo.

Mas os maiores atrativos para o Brasil devem ser competições realizadas à noite. Na ginástica artística feminina, Brasil e Estados Unidos estão na última rotação, a partir das 22h30, com transmissão do Grupo Record, em todas as suas plataformas, e SporTV. De lá saem os medalhistas por equipes e os finalistas das competições individuais.

Já no taekwondo começam às 16h10 as disputas das categorias até 58kg no masculino, de Paulo Ricardo Melo, e até 49kg no feminino, com Talisca Reis. O quadro final, que distribui medalhas, está previsto para começar às 20h10, com exibição de Record News, PlayPlus e SporTV.