PUBLICIDADE
Topo

Cavaleiro é excluído do Pan após ser flagrado com maconha no antidoping

Equipe chilena de hipismo tem desfalque por doping de cavaleiro - Federação Equestre do Chile
Equipe chilena de hipismo tem desfalque por doping de cavaleiro Imagem: Federação Equestre do Chile

Do UOL, em São Paulo

26/07/2019 17h44

O cavaleiro chileno Mauricio González Calderón, que competiria na prova de adestramento do hipismo nos Jogos Pan-Americanos de Lima, foi excluído da competição pelo Comitê Olímpico Chileno (COCh) após ser flagrado em exame antidoping com um metabólito de maconha.

Em um exame seletivo interno realizado pela Federação Equestre do Chile, foi detectada a presença de tetra-hidro-canabinol (THC), metabólito da maconha.

González Calderón foi suspenso provisoriamente pela Comissão Nacional de Controle de Doping do Chile e automaticamente excluído da delegação que compete em Lima.

"O Comitê Olímpíco do Chile reafirma sua tolerância zero com o doping, seja qual for a substância proibida detectada nos controles, e incentiva o jogo limpo em todas suas dimensões", declarou o comitê em nota.

A disputa do adestramento no hipismo do Pan acontece no domingo (28), a partir das 11h (de Brasília) com as competições individual e por equipes.