PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Etapa do mundial de surfe no Havaí é suspensa após surto de covid-19

Gabriel Medina e Ítalo Ferreira (na onda) durante etapa de Pipeline em 2019 - Koji Hirano/Getty Images
Gabriel Medina e Ítalo Ferreira (na onda) durante etapa de Pipeline em 2019 Imagem: Koji Hirano/Getty Images

D UOL, em São Paulo

11/12/2020 23h34

A WSL (World Surf League) anunciou hoje (11) que o Pipe Masters, uma das etapas mais importantes do circuito mundial de surfe, no Havaí (Estados Unidos), foi suspenso após um surto de covid-19. O CEO da WSL, Erik Logan, é um dos contaminados.

Segundo a nota divulgada pela organização, a prioridade é a "segurança dos atletas, funcionários e comunidade". A WSL afirmou estar trabalhando "de forma próxima e transparente com o Departamento de Saúde do Estado do Havaí" para definir os próximos passos.

"Como parte do Plano de Segurança COVID da liga, qualquer pessoa que tenha testado positivo será imediatamente isolado, até que seja liberada [pelos médicos] e os protocolos de rastreamento de contato, implementados", informou a WSL. A organização acredita que nenhum atleta tenha sido exposto ao vírus, e diz que os protocolos de segurança continuarão sendo executados.

A WSL iniciou o circuito 2021 em dezembro, após cancelar a edição 2020. A primeira fase do Pipe Masters começou na quinta-feira, mas foi adiado na quinta e na sexta pelas condições do mar.

Esporte