PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Medina ganha carros de luxo e brinca: "Como motorista sou ótimo surfista"

Gabriel Medina ganhou dois carros de sua patrocinadora - Divulgação
Gabriel Medina ganhou dois carros de sua patrocinadora Imagem: Divulgação

Adriano Wilkson e Gustavo Setti

Do UOL, em São Paulo

14/03/2019 17h46

O surfista Gabriel Medina escolheu dois carros de luxo da montadora alemã Audi, que o patrocina pela terceira temporada, para acompanhá-lo durante o ano. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (14), em São Paulo, o bicampeão mundial também brincou sobre suas habilidades ao volante: "Como motorista sou um ótimo surfista", disse ele. "Mas nunca bati o carro!"

O Audi Q7 e Audi A5 Sportback ficarão com o atleta em regime de comodato durante o ano. Ao fim do contrato ele poderá escolher um dos modelos para si permanentemente. Medina, que embarcará no sábado para uma pré-temporada no Havaí, afirmou que escolheu o Q7 por ser "uma nave".

"São carros que eu testei e me identifiquei muito. O Q7 é uma nave, uso para tudo, para surfar e cabe tudo, família, prancha, carro. E o A5 eu ando quando eu estou sozinho, quando venho para a cidade. Eu moro em Maresias (SP). Quando estou por aqui [São Paulo] ando mais com o A5."

Audi Q7 - Divulgação - Divulgação
Audi Q7
Imagem: Divulgação

O Audi Q7 custa R$ 438 mil de acordo com a tabela Fipe. Já o Audi A5 Sportback gira em torno de R$ 220 mil.

Além de defender seu título mundial, o surfista tentará em 2019 se classificar para a Olimpíada de Tóquio-2020, que verá a estreia do surfe como modalidade olímpica. Os dez primeiros colocados do Circuito Mundial de Surfe (WCT) de 2019, com máximo de dois surfistas por país, garantem vagas nos Jogos.

Audi A5 - Murilo Góes/UOL - Murilo Góes/UOL
Audi A5
Imagem: Murilo Góes/UOL

"O surfe brasileiro está vivendo um momento incrível, tem 11 atletas no circuito, a gente nunca teve isso, três brasileiros disputando o título", disse o surfista. "A gente é maioria no circuito. Fico feliz de fazer parte dessa geração. Daqui para frente, vão entrar mais alguns brasileiros no circuito. A gente vem forte. Vai piorar para os gringos."

Esporte