PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Após garantir o bicampeonato, Medina pretende priorizar vaga olímpica

Gabriel Medina posa com troféu antes de entrevista coletiva em São Paulo - Karla Torralba/UOL
Gabriel Medina posa com troféu antes de entrevista coletiva em São Paulo Imagem: Karla Torralba/UOL

Karla Torralba

Do UOL, em São Paulo

22/12/2018 15h49

Neste sábado (22), Gabriel Medina deu entrevista coletiva em São Paulo poucas horas depois de desembarcar na cidade para falar sobre a conquista do bicampeonato mundial. De acordo com o surfista brasileiro, a prioridade para o ano que vem será a conquista da vaga na Olimpíada de 2020, que vai incluir o surfe em seu programa.

"Ano importante que quero concentrar 200%. Quero me qualificar e estar no Japão e quero estar no time do Brasil para representar nossa bandeira. Sei que agora é hora de curtir, mas vai começar tudo de novo. Sei o que quero e vou atrás", disse Medina.

Os critérios para a classificação para Tóquio ainda não estão 100% definidos. O surfista brasileiro acredita que os dois melhores brasileiros no circuito mundial de 2019 vão garantir classificação automática. Por isso, pensa em utilizar esse expediente para chegar ao Japão.

"Não sei se os dois vão se classificar automático. Querendo ou não, vai ter que passar pelo tour. O que penso em dois anos é que esse será diferente. Quando eu voltar, vai ser trabalho duro e tudo de novo. Quero estar muito em Tóquio e vou lutar muito para participar das Olimpíadas", declarou.

A princípio, havia o temor de que Medina tivesse que participar de seletivas brasileiras que tenham datas conflitantes com o circuito mundial. Além disso, há a possibilidade de ele ter de participar de uma etapa da ISA, a Associação Internacional de Surfe, para se tornar elegível.

Esporte