PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Campeão no UFC, Glover Teixeira repensa a possibilidade de se aposentar no fim do ano

26/05/2022 09h00


A decisão de encerrar a carreira, no caso dos lutadores, de pendurar as luvas, é um dos momentos mais difíceis da vida. No futebol, já houve quem dissesse que o jogador morre duas vezes. Uma na hora de parar. Glover Teixeira está experimentando esta sensação. Após anunciar a possibilidade de se aposentar, ele mostrou indecisão: - não quero tomar uma decisão precipitada - disse.

Atual campeão meio-pesado do UFC, o lutador de 42 anos vai duelar contra Jiri Prochazka, adversário da República Tcheca, que tem 29 anos, 28 vitórias e apenas três derrotas. A luta será a primeira defesa de seu cinturão e está marcada para o dia 11 de junho, no card do UFC.

A possibilidade de parar foi revelada em entrevista recente do brasileiro ao site "Combate". Ele chegou a falar que estava pensando em encerrar sua trajetória no MMA no fim do ano, mas parece ter mudado de ideia.

- Eu quero me aposentar e disse que o cenário perfeito é eu vencer esse cara (Jiri Prochazka), em Singapura, e lutar contra Jan (Blachowicz) no Madison Square Garden (em Nova York, nos Estados Unidos), em novembro, e depois encerrar (a carreira). Mas eu não quero tomar uma decisão precipitada - afirmou Glover, acrescentando ter receio de se arrepender:

- Acho que é uma possibilidade, mas não quero parar e me desesperar depois -.

O lutador brasileiro vai completar 43 anos em outubro. Desde 2012 no UFC, ele tem 33 vitórias e sete derrotas no MMA profissional e vive seu melhor momento, embalado por seis vitórias consecutivas. A série invicta teve seu ápice na conquista do cinturão meio-pesado em cima de Jan Blachowicz, no segundo round, em outubro do ano passado.

Futebol