PUBLICIDADE
Topo

Italiano - 2021/2022

Mourinho dispara após derrota da Roma: 'Tenho jogadores de fraca mentalidade'

Treinador português disse que seus jogadores tiveram um "abalo psicológico" durante revés para a Juventus - Alberto Lingria/Reuters
Treinador português disse que seus jogadores tiveram um "abalo psicológico" durante revés para a Juventus Imagem: Alberto Lingria/Reuters

10/01/2022 15h25

Classificação e Jogos

Treinador da Roma, o técnico José Mourinho não gostou nada da derrota de sua equipe para a Juventus, no último domingo, pelo Campeonato Italiano, por 4 a 3.

Após a partida, em entrevista à "DAZN", o Special One afirmou que seus jogadores tiveram um "abalo psicológico" durante a partida.

"Tivemos controle total durante 70 minutos, mas, depois, houve um colapso psicológico. O 3 a 2 nos matou. Quando você permite isso contra uma equipe como a Juventus, com uma mentalidade muito forte, instala-se o medo. É um complexo psicológico dos jogadores", disse o português.

"Para mim, o 3 a 2 não é um problema, mas para o time é. Tenho jogadores neste elenco que são muito bonzinhos e têm fraca mentalidade", completou.

A Roma vencia o jogo por 3 a 1 até aos 25 minutos do 2° tempo, quando a Juventus diminuiu com Locatelli. Depois disso, em um intervalo de sete minutos, a Velha Senhora virou a partida. No fim, Pellegrini teve chance de empatar em cobrança de pênalti, mas desperdiçou.

Mourinho ainda afirmou que a postura de seus jogadores precisa mudar e que todos devem demonstrar mais vontade dentro de campo. Além disso, o treinador português cobrou da diretoria a chegada de mais reforços.

"Esta coisa de jogar na zona de conforto, para o sexto ou sétimo lugares, é fácil para algumas pessoas, mas, para mim, não. É preciso acabar com essa mentalidade. Depois do jogo com o Milan, disse aos jogadores que são eles que têm de ter um perfil psicológico parecido com o meu e não eu com o deles."

"Tenho limitações no banco, poucas opções. O Maitland-Niles chegou ontem e teve de jogar, espero que nesta próxima semana chegue mais alguém", concluiu.