PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Estreia de Diniz, retorno de Nene e jejum de Cano: o que observar no Vasco contra o CRB no Rei Pelé

16/09/2021 13h07


O Vasco volta a campo nesta quinta-feira, às 19h, no Rei Pelé, diante do CRB. O duelo marcará a estreia do técnico Fernando Diniz e terá a presença dos três mais recentes reforços do time: Nene, Walber e Jhon Sánchez. Ainda não se sabe se serão utilizados entre os titulares ou se ficarão como opções no banco. Para se aproximar do G4, a equipe necessita da vitória em um confronto direto, já que os alagoanos estão na quarta colocação com 40 pontos.

Com 32 pontos, o Cruz-Maltino está a oito do adversário e precisa enfileirar uma sequência de vitórias nas quinze rodadas que restam. Com isso, um triunfo diminuiria a diferença para a zona de acesso à elite do futebol brasileiro. Diante disto, o LANCE! listou cinco pontos importantes para o torcedor ficar de olho no Vasco contra o Galo alagoano.

+ Confira e simule a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

- Estreia de Diniz: O técnico, recém-contratado, fará a sua estreia nesta quinta-feira à beira do campo. Como a equipe irá assimilar o estilo de jogo do treinador, neste primeiro momento, merece atenção da torcida. Ele tem um estilo de posse de bola, com muita movimentação para abrir espaços, mas teve pouco tempo de treinamento desde que chegou.

- Retorno de Nene/reforços de Lisca: Querido pela torcida, o meia rescindiu com o Fluminense e rapidamente foi apresentado nesta última quarta. Ele já teve seu nome registrado no BID e poderá fazer sua estreia diante do CRB. Em um time que carece de criatividade na criação, o novo camisa 77 cruz-maltino chega como um sopro de qualidade no meio de campo. Com muita identificação, o experiente jogador pode ser importante na reação do time na competição.

Além dele, os reforços da era-Lisca poderão, enfim, estrear. O zagueiro Walber e o atacante equatoriano Jhon Sánchez estão regularizados e à disposição de Diniz. A escalação pode ser recheada de 'caras novas' dependendo das escolhas do novo comandante.

- Jejum de Cano: Principal nome do time desde a temporada passada, o argentino convive com seu pior momento desde que chegou ao clube. Atualmente, ele não balança a rede há 10 partidas, um longo jejum, que tem incomodado o artilheiro do time na temporada. Resta saber como Diniz irá potencializar as maiores qualidades do jogador: finalização e faro de gol.

- Comportamento da defesa: O estilo de jogo de Diniz é voltado à posse de bola. A construção acontece desde a defesa, e os atletas saem jogando com a bola nos pés. No entanto, ao longo desta Série B, a defesa vascaína apresentou vários erros coletivos e individuais, que fizeram o time deixar pontos importantes pelo caminho. Resta saber como o setor irá se comportar com esse estilo de jogo

- Vanderlei: O goleiro falhou com a bola nos pés diante do Brasil de Pelotas e tem demonstrado insegurança desde então. Com um estilo em que até o goleiro sai jogando com os pés, Diniz terá trabalho para implantar suas ideias. A dúvida sobre a dificuldade dos jogadores e do experiente goleiro quanto ao estilo do novo treinador foi respondida na apresentação.

Futebol