PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Palmeiras abre o placar, segura o Corinthians e garante vaga na final do Paulistão

16/05/2021 17h59


O Palmeiras é o primeiro finalista do Campeonato Paulista. Na tarde deste domingo (16), o Alviverde venceu o Corinthians, na Neo Química Arena, vencendo por 2 a 0, gols marcados por Victor Luís e Luís Adriano.

Com consistência defensiva, os palmeirenses levaram muita dificuldade para a ofensiva corintiana, que pouco conseguiu entrar na área adversária.

Nos minutos finais, o Timão teve uma ótima chance de diminuir o marcador, mas Luan desperdiçou uma cobrança de pênalti sofrido por Mosquito, acertando o travessão.

VERDÃO ABRE O PLACAR

O Palmeiras respondeu a primeira finalização do jogo, por parte do Corinthians, de forma imediata, e com bola rede. Descida pelo lado direito, Raphael Veiga cruzou por baixo, Raul não interceptou, Jemerson não acompanhou de Rony, que chutou, Cássio espalmou, mas a bola voltou para Victor Luís, com o gol vazio, abrir o placar para o Verdão.

PALMEIRAS GANHA FORÇAS

Após sair na frente, o Palestra controlou as ações da partida. No setor defensivo, o Corinthians mal conseguia chegar a meta de Weverton. Todas as finalizações corintianas foram fora da área. O Timão tentava quebrar a defensiva palmeirense pelas laterais, já que Felipe Melo e Patrick de Paula ganharam praticamente todas as disputas com os atletas de ataque corintianos.

VERDÃO ABUSA DE PERDER GOLS

No entanto, o Palmeiras, que abriu o placar cedo e pouco sofria defensivamente, não conseguia aproveitar as boas chances que criava. Primeiro, Victor Luís pegou a defesa corintiana desarrumada, recebeu pelo lado esquerdo e acertou a trave de Cássio. Depois, Rony saiu na cara do goleiro do Timão, mas foi desarmado por Jemerson, minutos antes do defensor sentir uma contusão e ser substituído por Gil. Raphael Veiga, recebendo passe do lado direito, dentro da área finalizou para o fundo do gol.

GOL IMPEDIDO DO PALMEIRAS

No último minuto do primeiro tempo, o Palmeiras conseguiu ampliar o placar, mas o gol foi anulado pela assistente Neuza Inês Back. Após cobrança de escanteio curto, Raphael Veiga encheu o pé na trave de Cássio. No rebote, um bate e rebate na entrada da pequena área viu a bola sobrar para Luís Adriano, com o ombro à frente da última linha corintiana, empurrar para a rede. Atuação cirúrgica da bandeira.

TIMES VOLTAM PARA O SEGUNDO TEMPO COMETENDO OS MESMOS ERROS

O Corinthians voltou para o segundo tempo, com alterações mais agressivas. Mandaca e Cauê deram espaço para Mateus Vital e Gustavo Mosquito. Com isso, Otero passou a atuar pelo lado direito e o setor de ataque passou a ter Luan e Mosquito, atletas mais móveis.

No entanto, o sistema defensivo corintiano voltou para a etapa final cometendo os mesmos erros que no primeiro tempo: abuso nos erros de passes, principalmente na saída de bola. Logo no primeiro lance do segundo tempo, uma saída de jogo errada colocou Rony em ótimas condições para ampliar o placar, mas o atacante palmeirense novamente não aproveitou a chance.

Pouco tempo depois, após uma jogada ensaiada pelo lado esquerdo, Raphael Veiga entrou sozinho no segundo pau, mas finalizou para fora.

Com isso, ainda que houvesse mudanças táticas, os dois times voltaram para os 45 minutos finais cometendo os mesmos erros técnicos.

PALMEIRAS DÁ A BOLA PARA O CORINTHIANS E SE SEGURA

À frente no placar, o Palmeiras se resguardou no segundo tempo, deu a bola para o Timão e se favoreceu através da marcação forte. Ainda que Gustavo Mosquito tenha entrado, se movimentado mais e dado mais recursos ao setor ofensivo corintiano, a equipe do Parque São Jorge seguiu tendo muita dificuldade para entrar na área palmeirense.

Por sua vez, o Palestra apostava na velocidade de Rony para puxar os contra-ataques. Ainda que o centroavante Luís Adriano estivesse em campo, ele se situava atrás do camisa sete, buscando servir o companheiro de ataque, que é mais rápido.

PALMEIRAS MATA O JOGO

Aos 31 minutos do segundo tempo, o Palmeiras, que abusou de perder gols, conseguiu matar o jogo, em uma jogada que começou com Luan ganhando no sistema defensivo. Na sequência, Raphael Veiga achou bem Luís Adriano, que tabelou com Rony e enchegou o pé, na entrada da área, no canto direito de Cássio, garantindo o triunfo e a classificação palmeirense à final do Paulistão.

CORINTHIANS PERDE PÊNALTI

Próximo dos minutos finais, o Corinthians teve a sua chance de diminuir o marcados, após ótima jogada de Gustavo Mosquito, que largou a ponta direita, trouxe para a entrada da área e sofreu pênalti de Danilo, marcado pelo árbitro Flávio Rodrigues de Souza. Porém, Luan acertou o travessão direito.

CONFUSÃO NO FINAL

Já nos acréscimos uma confusão generalizada entre os jogadores das duas equipes, culimou na expulsão do zagueiro João Victor, do Corinthians, e o meia Zé Rafael, do Palmeiras.

>> Confira a tabela do Paulistão e simule os próximos jogos

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS X PALMEIRAS - SEMIFINAL DO PAULISTÃO


Estádio: Neo Química Arena, São Paulo (SP)
Data e hora: 16 de maio de 2021, às 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza
?Auxiliares: Neuza Ines Back e Daniel Paulo Ziolli
Árbitro de vídeo: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
Cartões amarelos: Ramiro, Otero, Raule Gabriel (Corinthians); Weverton e Luan (Palmeiras)
Cartões vermelhos: João Victor (Corinthians) e Zé Rafael (Palmeiras)

GOLS: 0-1 Victor Luís (12'/1T); 0-2 Luís Adriano (31'/2T)

CORINTHIANS: Cássio; João Victor, Jemerson (Gil, 29'/1T) e Raul; Mandaca (Mateus Vital, intervalo), Gabriel, Ramiro (Léo Natel, 24'/2T) e Lucas Piton; Luan e Otero (Jô, 36'/2T); Cauê (Gustavo Mosquito, intervalo). Técnico: Vagner Mancini.

PALMEIRAS: Weverton; Luan, Gustavo Gómez e Renan; Mayke, Felipe Melo (Danilo, 35'/2T), Patrick de Paula e Victor Luís (Matias Viña, 23'/2T); Raphael Veiga (Zé Rafael, 29'/2T); Rony e Luís Adriano (Danilo Barbosa, 35'/2T). Técnico: Abel Ferreira.

Futebol