PUBLICIDADE
Topo

Empate expõe fraquezas do Timão neste início de ano; leia análise

26/01/2020 21h31

O desempenho do Corinthians contra o Mirassol não foi bom. Ao contrário de seus três primeiros jogos nesta temporada, o time treinado por Tiago Nunes não conseguiu dominar o adversário, sentiu o cansaço do início de trabalho e foi pressionado pelo adversário durante a maior parte do jogo. No fim, o empate em 1 a 1 diante da equipe do interior saiu barato para o Alvinegro. O jogo expõe fraquezas do Timão, mas deixa aprendizados.

TABELA

>Confira a classificação do Campeonato Paulista

Se a estreia do Corinthians no Paulistão foi de encher os olhos por conta da intensidade de jogo apresentada contra o Botafogo, a segunda partida do Timão no estadual deixou a desejar. A marcação alta do Mirassol impossibilitou o início da construção das jogadas com os volantes Richard e Camacho. Sem a bola e também sem espaço quando a tinha, Luan - o cérebro do sistema ofensivo corintiano - foi mero coadjuvante.

Depois de marcar com Ramiro nos 15 minutos iniciais do primeiro tempo após bela troca de passes envolvendo quase todo o time, o Corinthians passou a ser vítima de seu próprio veneno: a marcação-pressão. O Mirassol soube se aproveitar da parte física, anulou os pontes fortes da equipe treinada por Tiago Nunes e, a partir do segundo tempo, dominou o jogo.

O goleiro Cássio foi um dos poucos destaques positivos do Alvinegro na partida com pelo menos três defesas difíceis. Inclusive, a performance do dono da camisa 12 do Timão foi determinante para o resultado no estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol.

A performance do Corinthians nesta partida servirá de aprendizado para a comissão técnica. Afinal, o próprio Tiago Nunes havia dito em entrevista coletiva na última quinta que quanto mais situações adversas de jogo a equipe enfrentar, melhor para a evolução dela em campo. Nesta noite, o Timão encontrou pela frente um time bem postado e com um preparo físico melhor.

Ainda é muito cedo para tirar qualquer tipo de conclusão ou previsão sobre como será a temporada do Corinthians em 2020. Por enquanto, pelo menos após esse jogo contra o Mirassol, o Alvinegro teve conhecimento de algumas de suas fraquezas e sabe exatamente onde terá de melhorar para ser competitivo. Não há motivos para desespero. Há muito pela frente.

Futebol