Topo

Futebol


Irreconhecível, Corinthians bate cabeça e leva um baile do Del Valle

19/09/2019 00h15

O que tinha tudo para ser uma festa acabou como um pesadelo para o Corinthians. Na noite desta quarta, o Timão recebeu o Independiente Del Valle e levou um baile da equipe equatoriana. Ponto forte da equipe comandada por Fábio Carille, o sistema defensivo bateu cabeça, deu espaços e viu seu adversário dominar as ações de ataque. O Alvinegro deixou Itaquera derrotado, por 2 a 0, e agora precisa de um resultado histórico em Quito para seguir vivo na Copa Sul-Americana.

Escalado com força máxima, o Corinthians se propôs a ter um jogo ofensivo. Nos primeiros minutos da partida, a proposta ficou clara com a marcação alta e a chegada de Mateus Vital, Pedrinho, Clayson e Vagner Love ao campo adversário. O problema é que, apesar da intenção ser das melhores, o Timão não aparentou estar preparado para enfrentar o Del Valle. O jogo rápido, de intensa troca de passes e infiltrações surpreendeu o time de Fábio Carille.

Aliás, não foi apenas a equipe equatoriana que surpreendeu em Itaquera. O sistema defensivo do Corinthians, composto por Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar teve uma noite para ser esquecida. Lateral da Seleção Brasileira, Fagner levou bola nas costas nos dois tempos e teve imensa dificuldade para marcar os atacantes do Del Valle. Já o zagueiro Gil, que completou 200 jogos pelo Timão, não conseguiu se antecipar nas bolas aéreas, e levou a pior nas divididas pelo alto.

Companheiro de Gil na zaga, Manoel não comprometeu, mas foi protagonista em um lance que determinou o resultado da partida. Depois de sofrer uma pancada no pé, o defensor passou a mancar e, no lance seguinte, o Del Valle teve um contra-ataque rápido. Com mobilidade reduzida, o zagueiro não conseguiu cortar o passe e viu a equipe equatoriana marcar o segundo gol da partida. Por fim, Danilo Avelar não conseguiu apoiar no ataque e ainda teve as mesmas dificuldades de Fagner na marcação.

TABELA

>Veja como está o chaveamento da Copa Sul-Americana

O desempenho ruim do Corinthians combinado com o entrosamento e a velocidade demonstradas pelo Del Valle foram determinantes para o vexame do Timão em Itaquera. As alterações do técnico Fábio Carille (entraram Gustavo, Matheus Jesus e Janderson; saíram Clayson, Gabriel e Pedrinho) até surtiram efeito nos primeiros minutos do segundo tempo, quando a equipe criou boas chances com Mateus Vital e Vagner Love, mas não conseguiram reverter o resultado negativo em Itaquera.

Agora, o Timão precisa de um resultado histórico para chegar na decisão da Copa Sul-Americana. Como perdeu por 2 a 0 e ainda precisa reverter a desvantagem no critério do gol qualificado, o Alvinegro necessita de um triunfo por três ou mais gols de diferença para avançar de fase. Em caso de vitória por dois gols, mas com o Del Valle marcando (3 a 1, 4 a 2, 5 a 3...) a vaga também fica com a equipe brasileira. Pênaltis apenas em do Timão devolver o resultado em Itaquera. No mais, qualquer resultado dos equatorianos. Situação extremamente delicada para o Corinthians.

Mais Futebol