Topo

Futebol


Técnico do Paraguai não revela time e cita 'intensidade' contra o Brasil

26/06/2019 21h11

O técnico do Paraguai segue misterioso com relação a equipe que irá a campo. Nesta quarta-feira, em entrevista coletiva, Eduardo Berizzo não confirmou o time que vai para o jogo desta quinta-feira, pelas quartas de final da Copa América, às 21h30, diante o Brasil, na Arena do Grêmio.

- Geralmente, armamos a equipe para neutralizar o rival, pelas necessidades das partidas. Não confirmei a equipe a meus jogadores, não vou fazer aqui. A definição será amanhã. Não por esconder algo, ou algo assim, mas por respeito a meus jogadores, que eles saibam sempre antes - disse.

O comandante do Paraguai comentou em defender-se com autoridade, jogo de intensidade física e busca segurar ataque brasileiro.

- Vamos enfrentar um rival perigoso, que vai nos exigir atitude e temos que fazer da bola uma arma para sair da pressão do Brasil. Ter profundidade, verticalidade. É isso que temos que fazer. Defender bem, atacar com qualidade, e ir de um a outro muito rápido - afirmou.

Eduardo também comentou sobre exageros da imprensa com relação a classificação na última rodada da primeira fase da Copa América.

- Falavam que seria um fracasso sermos eliminados, mas não tratam como êxito nossa classificação. Temos que tomar muito cuidado com as avaliações exageradas, elas, sim, são um problema. Não se constrói um time em quatro meses. Precisa de tempo, convicção no que você está fazendo. O caminho mostrará dificuldades, mas temos que estar convencidos de como jogar. Vejo os jogadores convencidos. Nos três jogos, vimos coisas interessantes - acrescentou.

Mais cedo, com ânimos à flor da pele, os paraguaios treinaram. Mas foram somente os 15 primeiros minutos liberados para a imprensa.

Segundo informações veiculadas pelos jornalistas paraguaios dão conta de que o time deverá jogar com: Gatito Fernández; Ivan Piris, Gustavo Gómez, Júnior Alonso e Arzamendia; Hernan Pérez, Richard Sánchez, Celso Ortiz e Matias Rojas; Miguel Almiron e Oscar Romero.

Paraguai, beneficiado pelo empate por 1 a 1 entre Equador e Japão. A equipe se classificou em terceiro lugar do Grupo B. Na campanha, empatou com Catar e Argentina e perdeu para a Colômbia. Agora, pelas quartas de final, quem vencer, pode pegar Argentina ou Venezuela na próxima fase da competição.

Futebol