PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Chapecoense e Sport se enfrentam com o mesmo objetivo de fugir do Z4

21/11/2018 18h52

A Chapecoense atravessa um período de tensão no Campeonato Brasileiro e anda tendo pesadelos com a possibilidade de cair para a Série B. Na zona de rebaixamento, com 37 pontos, a equipe perdeu os dois últimos jogos disputados, mas terá uma nova chance para iniciar a recuperação na reta final do torneio nesta quinta-feira, quando encara o Sport às 21h, em partida válida pela 36ª rodada.

Mantendo o segredo a fim de não deixar pistas para o rival, que também briga para se afastar da zona da degola, a Chapecoense realizou o último treino antes do jogo de portões fechados. Apesar do suspense, o técnico Claudinei Oliveira revelou durante coletiva de imprensa que pretende realizar algumas mudanças no time.

Sem Bruno Pacheco, que cumpre suspensão devido ao acúmulo de cartões, Alan Ruschel e Roberto disputam vaga. Já no meio, Amaral retorna e pode ocupar o lugar de Elicarlos. No ataque também tem disputa de vaga entre Doffo, Bruno Silva e Diego Torres. Entretanto, mesmo tendo indicado as mudanças, Claudinei segue com dúvidas, pois o trio escalado dos últimos confrontos foi responsável por boa parte dos gols do time nesta temporada.

- A questão dos centroavantes, vamos falar em números, o Leandro Pereira tem oito, o Wellington Paulista tem cinco e o Doffo tem três. São 16, a Chape tem 31 no campeonato, então mais da metade dos gols foram marcados por esses três atletas, não quer dizer que vão jogar, mas é lícito querer colocar em campo os que têm mais chances de balançar as redes. Desde que cheguei aqui, fizemos só dois gols e vencemos os dois, apostamos muito em que faz gol - disse o treinador.

Com isso, a provável escalação da Chape tem Jandrei, Eduardo, Douglas, Fabrício Bruno e Alan Ruschel (Roberto); Márcio Araújo, Amaral e Canteros; Doffo, Leandro Pereira e Wellington Paulista.

O Sport também não vive seu melhor momento na disputa. Com apenas um ponto a mais que a Chapecoense e ocupando a 16ª colocação, a equipe vai disputar dois jogos consecutivos fora de casa. Por conta disso, Milton Mendes elaborou a melhor estratégia para aproveitar o elenco, e vai mandar 28 jogadores para Chapecó, deixando apenas os lesionados em Recife, casos de Rogério, Morato, Durval, Max e Magrão.

A principal dúvida para a partida, mas que já está com o grupo relacionado é o lateral-esquerdo Sander, que está em recuperação de uma entorse no joelho e vai realizar novos exames para saber se terá condições de jogo. Caso não tenha, Raul Prata pode ser improvisado no setor.

Para buscar a primeira vitória na Arena Condá, o Sport deve ir à campo com Maílson; Cláudio Winck, Adryelson, Ronaldo Alves e Sander (Raul Prata); Marcão Silva, Jair, Gabriel, Mateus Gonçalves e Michel Bastos; Hernane.

Esporte