PUBLICIDADE
Topo

Esporte

'Foi pênalti claro', reclama volante do Corinthians após duelo com América

Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Imagem: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

29/09/2018 21h55

Personagem de um dos lances mais polêmicos do empate em 0 a 0 entre América-MG e Corinthians, no Independência, o volante Gabriel deixou o estádio mineiro reclamando da atuação do árbitro Marcelo de Lima Henrique, do Rio de Janeiro, por não marcar um pênalti aos 43 minutos do segundo tempo.

"Na minha opinião, foi pênalti claro, não sei como foi na imagem. Na hora que eu fui receber a bola para fazer o gol, o adversário fez o calço para o pênalti. Se o juiz tivesse dado, nós poderíamos ter saído com o resultado positivo", afirmou o camisa 5 do Corinthians ainda no gramado do Independência.

Depois de uma rápida triangulação no ataque, o volante recebeu a bola em profundidade do atacante Roger. Enquanto corria para finalizar a jogada, foi derrubado por da área, mas o trio de arbitragem não deu a falta. O meio-campista do Corinthians partiu em direção ao árbitro para reclamar a penalidade, mas de nada adiantou.

Na última rodada, o Timão empatou em 1 a 1 com o Internacional, em Itaquera. O gol dos colorados, marcado por Leandro Damião, foi irregular, já que o centroavante estava impedido.

Na próxima rodada, o Corinthians mede forças com o Flamengo, equipe que eliminou para chegar à final da Copa do Brasil. Por conta das eleições presidenciais, no próximo domingo, o time de Parque São Jorge joga na sexta-feira, pela 28ª rodada do Brasileirão.

Esporte