PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Diante de outro oponente da parte baixa da tabela, Fortaleza visita o CRB em Maceió

20/08/2018 15h02

Em via de regra, a preferência sempre será de enfrentar uma equipe de sequência mais irregular do que necessariamente times da parte alta da tabela. Porém, contra o CRB no Rei Pelé, o Fortaleza já sabe que a missão não deve ser encarada como mais fácil unicamente pela má-campanha do oponente.

O exemplo mais recente vivido pelo time da capital cearense em relação a isso é justamente o da rodada passada, quando recebeu no Castelão o lanterna Boa Esporte. Além de sair perdendo no marcador, o gol que definiu os três pontos veio somente aos 27 minutos da segunda etapa em cobrança de pênalti convertida por Gustagol.

A maior novidade na última semana veio por parte da volta do meio-campista Jean Patrick as atividades. Recuperado de uma contusão na região do púbis, ele trabalhou normalmente com bola, mas, pela boa fase do setor da equipe, dificilmente começará jogando diante do Galo da Praia.

Por outro lado, pressionado por melhores resultados e tendo vivido uma última semana turbulenta com direito a confusão no seu CT, o CRB quer "fazer as pazes" com seu torcedor. Para isso, reduziu o preço dos ingressos e permitiu com que o valor de entradas no setor de arquibancada saia por R$ 15 a meia-entrada.

Além do torcedor, o clube de Alagoas precisa superar os próprios números negativos obtidos até aqui. Nos últimos seis compromissos foram somente quatro pontos em 18 possíveis além de ter o pior setor ofensivo da Série B com 15 tentos em 21 partidas.

Esporte