PUBLICIDADE
Topo

Esporte

'Jet lag' pode ser mais um adversário da Chape contra o Palmeiras

20/08/2017 16h03

Depois de passar dez dias longe do Brasil, fazendo amistosos na Europa e Ásia, a Chapecoense retorna ao Brasileirão com a missão de sair da zona de rebaixamento. Em solo brasileiro desde quinta-feira, a equipe catarinense teve pouco tempo para se readaptar ao fuso-horário local, o que pode ser um fator determinante na partida contra o Palmeiras, neste domingo. Para o zagueiro Fabrício Bruno, no entanto, o time está bem preparado.

- Acho que preocupou mais lá. Chegamos em Barcelona em cima da hora para o jogo e até acostumar a rotina, fuso-horário diferente. Ainda pesa um pouco aqui, mas conseguimos dormir normal. Claro que ainda estamos sonolentos, porque foram muitas horas de viagem. A equipe está bem preparada fisicamente e mentalmente para fazer um bom jogo - afirmou o defensor.

E para sair do Z4, uma pedreira logo na volta. A Chape pega o Palmeiras, quarto colocado, em São Paulo. Para voltar à Chapecó com um bom resultado, é preciso fazer um jogo quase perfeito, segundo Fabrício Bruno.

- Já jogamos duas vezes contra o Palmeiras neste ano, essa é a terceira. É uma equipe que dispensa comentários. Um excelente elenco. O que o professor Vinicius tem para passar para nós, vai dar para saber um pouco mais sobre as principais peças e sair de São Paulo com o resultado positivo - completou o zagueiro.

Palmeiras e Chapecoense se enfrentam neste domingo, às 19h, no Allianz Parque, em São Paulo. A Chape se encontra na 17ª posição na tabela, e uma vitória sobre o Verdão pode até tirar a equipe do Z4, em caso de tropeço do São Paulo.

Esporte