PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Conmebol quer árbitro de vídeo a partir das quartas da Libertadores

Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol - Conmebol
Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol Imagem: Conmebol

22/03/2017 17h49

A Conmebol está planejando utilizar aparatos tecnológicos para auxiliar a arbitragem na Libertadores. Segundo o presidente da entidade, Alejandro Domínguez, a ideia é contar com árbitro de vídeo e até tecnologia da linha do gol na competição de clubes mais importantes do continente. Domínguez revelou o desejo durante palestra nesta quarta-feira em Portugal

"Estamos fazendo um investimento muito grande na Conmebol, um centro de tecnologia para os árbitros. De fato estamos propondo que a Libertadores, desde as quartas de final, tenha assistência de vídeo para o árbitro e que tenhamos ambém o Hawk-Eye (tecnologia da linha do gol). Acreditamos que à medida que damos assistência vamos ter inovação, credibilidade, e creio que isso faz bem ao jogo", afirmou o dirigente máximo do futebol sul-americano.

O uso de vídeo na arbitragem está em fase de testes pela Fifa. O modelo atual é o holandês, no qual o árbitro principal vai à beira do campo e observa a jogada em um monitor para tomar a decisão.

A CBF não concorda com esse modelo. Mas a Fifa vai testá-lo, após o Mundial de Clubes, em mais uma competição: o Mundial Sub-20. O árbitro brasileiro Wilton Pereira Sampaio, inclusive, vai estar na competição.

Esporte