PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Deyverson vai bem em primeiro teste como titular e vira alternativa para Abel no Palmeiras

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

18/06/2021 07h00

Depois de entrar alguns minutos no clássico contra o Corinthians, Deyverson ganhou a sua primeira oportunidade como titular no seu retorno ao Palmeiras. Nesta quarta-feira, ele começou a partida contra o Juventude e deixou uma boa impressão, inclusive marcando um dos gols da vitória de 3 a 0.

E o tento do camisa 16 saiu justamente em uma jogada que ele pode ajudar muito o Verdão: a bola aérea. Aos 17 minutos do segundo tempo, Gustavo Scarpa cruzou na medida para o atacante testar firme para o fundo da rede.

Até então, Abel Ferreira não tinha centroavantes bons no alto à disposição. O comandante, inclusive, pediu à diretoria alviverde a contratação de algum homem de referencia, mas o Verdão não teve êxito em suas negociações com Borré, do River Plate, e Castellanos, do New York City FC.

Dessa forma, os atletas chegavam na linha de fundo e apenas despejavam bolas na área para tentar a sorte. Não à toa, o aproveitamento do clube é muito baixo nos cruzamentos. Luiz Adriano, titular da posição, é um jogador que, apesar de ter 1,83m, não é forte na bola aérea. O camisa 10 se destaca saindo para buscar o jogo e nas jogadas por baixo, assim como o seu companheiro Rony.

Com 1,87m, Deyverson pode virar uma alternativa para Abel Ferreira quando a partida pedir bolas alçadas na área, principalmente quando o adversário joga fechado. Nas duas partidas contra o CRB pela Copa do Brasil, por exemplo, o time realizou 87 cruzamentos e teve um aproveitamento de apenas 21%.

Segundo dados do Footstats, diante do Juventude, o atacante de 30 anos somou quatro finalizações, sendo duas certas e duas erradas, um desarme, uma interceptação, uma assistência para finalização e sofreu três faltas.

"O Deyverson tem, para mim, uma coisa que é obrigatória em um jogador: dá tudo dentro de campo. Corre, luta, sofre. E tem uma coisa que nenhum dos outros nossos centroavantes tem: um jogo aéreo fortíssimo, que nos traz mais opções. Já tinha dito a vocês que tive uma conversa com os capitães do Palmeiras para saber do caráter do jogador, e, quando me falaram dele, é esse centroavante que, aos 44 minutos do segundo tempo, vem fazer uma falta na entrada da área", comentou Abel logo após o jogo contra os gaúchos.

O próximo desafio do Palmeiras é neste domingo, às 11 horas (de Brasília), contra o América-MG, no Allianz Parque, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

Futebol