PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Juiz é hospitalizado por desidratação após encerrar jogo antes do tempo

Árbitro encerra partida entre Tunísia e Mali, pela Copa Africana de Ações, duas vezes antes dos 90 minutos - Reprodução/YouTube
Árbitro encerra partida entre Tunísia e Mali, pela Copa Africana de Ações, duas vezes antes dos 90 minutos Imagem: Reprodução/YouTube

Colaboração para o UOL, em São Paulo

13/01/2022 19h06

Classificação e Jogos

O juiz zambiano Janny Sikazwe foi hospitalizado com desidratação após encerrar o jogo entre Tunísia e Mali, pela Copa Africana de Nações, duas vezes de forma antecipada. Chefe de arbitragem do Egito, Essam Abdelfatah explicou que este foi o motivo da confusão do árbitro na partida.

Em entrevista à rádio egípcia "ON Sport FM", o dirigente informou que Janny Sikazwe sofreu com o calor e a umidade no decorrer da partida, e foi encaminhado para o hospital. Essam Abdelfatah afirmou que o juiz foi vítima de uma insolação.

"O jogo foi às 14h30, e ali tem muito calor e umidade (...) Por isso, ele (árbitro) perdeu completamente sua concentração no minuto 80", explicou Abdelfatah.

O árbitro apitou o final do jogo inicialmente aos 40 minutos do segundo tempo, gerando uma confusão no gramado. As equipes tinham retornado de uma pausa para descanso e o relógio aparentemente não foi interrompido, de acordo com o jornal 'Daily Mail'.

Após procurar ajuda na lateral do campo, o juiz retomou a partida, mais a encerrou mais uma vez antes de transcorridos os 90 minutos totais.

"Os jogadores saíram e voltaram a entrar no campo com a esperança de continuar, mas, ao final, tiveram que levar o árbitro ao hospital, segundo informe médico que saiu posteriormente", completou o dirigente.

Segundo o jornal espanhol 'Sport', a seleção de Mali voltou a campo 40 minutos após o término do jogo para disputar os minutos restantes. Já a Tunísia não retornou, assim como Janny Sikazwe, que foi substituído pelo quarto árbitro.

Futebol