PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2021

Vão escapar? O que pode acontecer com Bahia e Grêmio após 'final' contra Z4

O Grêmio de Borja, e o Bahia, disputam ponto a ponto para deixar a zona de rebaixamento - Pedro H. Tesch/AGIF
O Grêmio de Borja, e o Bahia, disputam ponto a ponto para deixar a zona de rebaixamento Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

26/11/2021 04h00

Bahia e Grêmio jogam hoje (26), às 19h (de Brasília), pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo vale muito para ambos os times na luta contra o rebaixamento para a Série B. Ameaçados e na zona de queda, baianos e gaúchos vivem clima tenso e encaram o duelo como uma final.

A Chapecoense, lanterna do campeonato, já está rebaixada, e soma 15 pontos. O Sport vem logo acima, com 33, e jogará no sábado (27) contra o São Paulo. O Grêmio é o 18º, com 36 pontos, e o Bahia é o 17º com 37. O primeiro fora do Z4 é o Juventude, que tem 40 pontos, e enfrenta o Red Bull Bragantino.

O jogo na Arena Fonte Nova poderá indicar o caminho para Bahia e Grêmio. O derrotado ampliará muito sua chance de rebaixamento. E um eventual empate é pior para o time de Porto Alegre.

Antes de entrar em campo, o Grêmio tem chance maior de queda. Segundo o site Infobola, do matemático Tristão Garcia, o percentual de rebaixamento para os gaúchos é 84%. Os baianos aparecem com 45% de chance.

De acordo com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a equipe de Porto Alegre tem 86,2% de chance de queda, contra 45,3 do time de Salvador.

Já o site norte-americano FiveThirtyEight, especializado em projeções sobre política e esportes, coloca o Grêmio com 76% de chance de queda contra 51% do Bahia.

Em caso de vitória do Bahia

Se o Bahia fizer valer o mando de campo e vencer o Grêmio, a equipe de Guto Ferreira vai a 40 pontos com 34 jogos e deixa a zona de rebaixamento ao menos até o Juventude enfrentar o Red Bull Bragantino, na próxima terça-feira (30). Antes do jogo do Ju, ainda, o Bahia fará nova partida, contra o Atlético-GO, aumentando sua possibilidade de fuga da linha de queda.

Neste cenário, o Grêmio ficará com 36 pontos em 35 partidas —uma a mais que a maioria dos concorrentes. Mas, dependendo dos resultados paralelos dos próximos dias, o time de Vagner Mancini poderá ver ainda mais longe a margem para seguir na elite. E faltariam, então, apenas nove pontos em disputa.

Em caso de empate

Caso empatem, Grêmio e Bahia dependem diretamente dos resultados paralelos para definir suas chances. A equipe de Guto Ferreira iria aos 38 pontos, permaneceria no Z4, mas ficaria a dois de distância do Juventude. Poderia deixar a degola com uma vitória simples sobre o Atlético-GO, na segunda-feira (29).

O Grêmio, com eventuais 37 pontos, ficaria três atrás da equipe de Caxias do Sul ao menos até terça. Mas, caso o Bahia vença na segunda, a margem para o primeiro fora da linha de rebaixamento cresceria mais um ponto.

Em caso de vitória do Grêmio

Se o Grêmio vencer fora de casa, pula para 39 pontos e passa o Bahia. Ficaria um ponto atrás do Juventude, ao menos até o compromisso do Ju e, possivelmente, com chance de pular fora da degola pela primeira vez neste Brasileiro na quinta-feira (2), quando encara o São Paulo.

Se for derrotado, o Bahia é ultrapassado, mas poderá deixar a degola na segunda-feira, se vencer o Atlético-GO.