PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cruzeiro sofre dois gols em menos de dez minutos e é batido pelo Vitória

Wallace comemora gol do Vitória contra o Cruzeiro pela Série B - JEFFERSON PEIXOTO/ESTADÃO CONTEÚDO
Wallace comemora gol do Vitória contra o Cruzeiro pela Série B Imagem: JEFFERSON PEIXOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em Belo Horizonte (MG)

14/11/2021 20h53

O Vitória não tomou conhecimento do Cruzeiro e sem fazer muita força venceu por 3 a 0, em jogo válido pela 36ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Para o time baiano o resultado fez muita diferença, pois o Leão vai dormir fora da zona do rebaixamento. Já o Cruzeiro não sofreu nenhum dano grave na classificação com a derrota, a não ser no efeito moral.

É verdade que a Raposa ainda tem um pequeno risco de queda, mas pode terminar a rodada totalmente livre, desde que Brusque e Londrina não vençam seus jogos, diante de CRB e Ponte Preta, respectivamente. E o Vitória também torce contra ambos, para seguir fora da zona de rebaixamento.

Quem foi bem: David

O centroavante do Vitória deitou e rolou na defesa do Cruzeiro, principalmente no primeiro tempo. Foram dois gols. No primeiro, ele ficou sozinho e concluiu após boa jogada de Roberto. Já no segundo, ele mostrou mais categoria e velocidade. Ganhou de Rodolfo no corpo e depois na velocidade, antes de tocar no canto esquerdo de Fábio. Um pouco mais de capricho e David deixaria o campo com três gols anotados, mas chutou para fora uma chance clara na etapa final.

Quem foi mal: Norberto

Depois de um longo tempo sem aparecer na equipe titular, o lateral-direito foi o escolhido por Luxemburgo para entrar na vaga do volante Adriano. Rômulo deixou a lateral e foi deslocado para o meio. Mas Norberto ficou em campo somente 45 minutos e não terá boas lembranças do jogo desta noite. O cruzeirense foi facilmente batido por Roberto, na jogada que originou o segundo gol do Vitória.

O jogo do Vitória: decidiu a partida em oito minutos

Após quatro pontos conquistados fora de casa nos confrontos com Avaí e Vasco, o Vitória tinha de vencer o Cruzeiro para deixar a zona do rebaixamento, mesmo que momentaneamente. Então não restava alternativa para o Leão do que entrar pressionando o adversário. A estratégia deu certo: em oito minutos o placar já estava 2 a 0 e a partida resolvida. Mesmo em vantagem, a equipe baiana foi quem seguiu criando as melhores chances. Fez o terceiro e perdeu outros tantos. Talvez a grande exibição do Vitória nesta edição da Série B.

O jogo do Cruzeiro: um time em ritmo de férias

O triunfo sobre o Brusque deixou o Cruzeiro em uma situação muito confortável na luta contra o rebaixamento. A Raposa tem 46 pontos e apenas uma improvável combinação de resultados faria o time mineiro cair. Como também não tem mais chances de acesso, as rodadas finais da Série B são praticamente amistosos para a equipe estrelada. Por isso, a sensação foi de que os jogadores já estão em ritmo de férias. O Vitória venceu com facilidade e, não fosse mais uma boa atuação de Fábio, o resultado final seria pior do que os 3 a 0.

Cronologia do jogo

O Vitória começou quente no jogo e logo aos dois minutos acertou a trave, em chute de Fábio, de fora da área. No minuto seguinte fez 1 a 0, com ajuda de Thiago, que marcou contra. O centroavante tentou cortar de cabeça e acabou mandando para dentro do próprio gol. O Vitória não diminuiu o ritmo e marcou o segundo logo aos oito minutos, com David. O terceiro também foi de David, ao deixar Rodolfo na saudade e tocar no canto de Fábio.

Luxemburgo fez quatro trocas no intervalo

A escalação do Cruzeiro não fugiu muito do que foi nas vitórias sobre Londrina e Brusque. Em relação ao jogo anterior, a única baixa era o volante Adriano, que estava suspenso. A opção de Luxemburgo foi voltar Rômulo para o meio e dar uma chance a Norberto. Mas como o Vitória vencia por 2 a 0 antes dos dez minutos e o primeiro tempo terminou 3 a 0 para o time da casa, o técnico cruzeirense trocou quase meio time no intervalo. Foram quatro alterações. A quinta aconteceu aos 13 minutos do segundo tempo. Pouco adiantou.

FICHA TÉCNICA

Vitória 3 x 0 Cruzeiro
Data:
14/11/2021
Local: Barradão, Salvador (BA)
Hora: 19h (de Brasília)
Gols: Thiago (contra) 3', David aos 8' e 34 minutos do primeiro tempo.
Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Cristhian Passos Sorence (GO)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Vitória: Luccas Arcanjo, Raul Prata, Wallace, Thalisson e Roberto; João Pedro (Marco Antônio, aos 34 do 2º), Bruno Oliveira (Soares, aos 34 do 2º) e Eduardo (Cedric, aos 22 do 21º); Marcinho (Alisson Santos, aos 32 do 1º), Fabinho (Caíque Souza, aos 34 do 2º) e David. Treinador: Wagner Lopes.

Cruzeiro: Fábio, Norberto (Marco Antônio, no intervalo), Rhodolfo, Eduardo Brock e Felipe Augusto (Jean Victor, no intervalo); Rômulo, Lucas Ventura e Giovanni (Claudinho, aos 13 do 2º); Vitor Leque (Marcinho, no intervalo), Wellington Nem (Vitor Roque, no intervalo) e Thiago. Treinador: Vanderlei Luxemburgo.

Futebol