PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Atlético-MG usa lições da Libertadores para evitar nova queda em mata-mata

Atlético-MG foi eliminado pelo Palmeiras na semifinal da Libertadores e deixou a competição sem perder nenhuma partida - Staff Images / CONMEBOL
Atlético-MG foi eliminado pelo Palmeiras na semifinal da Libertadores e deixou a competição sem perder nenhuma partida Imagem: Staff Images / CONMEBOL

Henrique André

Do UOL, em Belo Horizonte

20/10/2021 04h00

Classificação e Jogos

Equipe mais regular do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG volta a campo hoje (20), às 21h30 (de Brasília), contra o Fortaleza, inicia a batalha pela vaga na final da Copa do Brasil. Usar a eliminação para o Palmeiras na Libertadores de instrumento - a queda no Mineirão aconteceu há 22 dias - foi a lição diária de Cuca para que o Galo tenha destino diferente no torneio de mata-mata que lhe restou na temporada.

Dono da melhor campanha da primeira fase da Libertadores e superando Boca Juniors e River Plate nas oitavas e quartas, respectivamente, o Alvinegro esbarrou no esquema montado pelo português Abel Ferreira e viu o bicampeonato da América se tornar pesadelo. Na ocasião, o time paulista utilizou o regulamento ao seu favor e, após o empate sem gol no Allianz, e o 1 a 1 em Belo Horizonte, fez valer o critério do gol qualificado. Cabe lembrar que, na Copa do Brasil, este critério não existe.

"Trataremos de fazer uma grande partida em casa. Vai ser um jogo muito importante [contra o Fortaleza[. Temos que estar muito fortes mentalmente para conquistar um bom resultado e voltar à cena de vitórias. Não aconteceu no fim de semana [derrota para o Atlético-GO, pelo Brasileirão], mas o grupo está forte, unido. É manter a tranquilidade", destacou o meia Nacho Fernández na última segunda-feira (18).

Relembrando alguns erros que culminaram na queda na Libertadores e até mesmo experiências nos duelos passados contra o Fortaleza, o UOL Esporte listou cinco pontos importantes para que o time comandado por Cuca tenha destino diferente na semifinal Copa do Brasil.

Não desperdiçar oportunidades importantes

Nos dois duelos contra o Palmeiras, o Atlético-MG desperdiçou oportunidades de balançar a rede que, na soma final dos placares, pesou e muito na eliminação. No Allianz Parque, o pênalti perdido por Hulk poderia ter dado maior tranquilidade aos mineiros no duelo de volta, em Belo Horizonte. No Mineirão, quem vacilou cara a cara com Weverton foi o chileno Eduardo Vargas, poucos minutos antes de abrir o marcador.

Nova estratégia para superar possível retranca

Um dos grandes problemas enfrentados pelo Galo contra os paulistas foi justamente a dificuldade de penetrar na área e buscar o arremate. Bem fechado, o Alviverde pouco sofreu com o forte ataque atleticano nos 180 minutos de bola rolando.

Cuidado com os contra-ataques do Leão do Pici

Na abertura do Campeonato Brasileiro, o tricolor surpreendeu o Galo no Mineirão e, na velocidade, venceu de virada, por 2 a 1. Na Libertadores, o gol de Dudu, que eliminou o Alvinegro do torneio mais importante da América do Sul, também aconteceu justamente desta forma.

Contar com a inspiração de Hulk

Artilheiro do Atlético-MG na temporada, com 23 gols e outras 12 assistências, Hulk não conseguiu ser protagonista nas semifinais da Libertadores. Além da penalidade desperdiçada no primeiro jogo contra o Palmeiras, o paraibano de 35 anos também não conseguiu balançar a rede na partida de volta, em Minas.

Usar vitória no returno do Brasileirão como exemplo

Na partida válida pela 20ª rodada do Brasileirão, o Galo devolveu a derrota sofrida em casa, na estreia da competição, e venceu o Fortaleza por 2 a 0, em pleno Castelão, com gols de Zaracho e Alonso. O time mineiro havia sido surpreendido pelos nordestinos logo na estreia no Nacional , em 30 de maio, por 2 a 1, com dois gols de Yago Pikachu.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-MG x FORTALEZA
Motivo: Jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil
Data: 20 de outubro de 2021 (quarta-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Local: estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (Fifa/SC)
Auxiliares: Kleber Lucio Gil (Fifa/SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC)
VAR: Wagner Reway (Fifa/PB)
Transmissão: Globo, SporTV e Premiere. O Placar UOL também acompanha o duelo em tempo real.

ATLÉTICO-MG: Everson; Guga, Réver (Rabello), Alonso eArana; Allan, Jair, Zaracho (Savarino) e Nacho; Keno (Vargas) e Hulk. Técnico: Cuca

FORTALEZA: Felipe Alves; Tinga, Titi e Matheus Jussa; Pikachu, Ederson, Felipe, Lucas Crispim e Matheus Vargas; Robson e Wellington Paulista (Romarinho). Técnico: Juan Pablo Vojvoda

Atlético-MG